PUBLICIDADE
Ladário/Corumbá

Motorista de aplicativo achado morto em rio foi vítima de “tribunal do crime'

| CAMPO GRANDE NEWS


Um dos envolvidos na morte de Lucas Matheus sendo preso. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Quatro homens foram presos por sequestrar e assassinar o motorista de aplicativo, Lucas Matheus de Souza Mendoza, de 22 anos, encontrado morto no Rio Paraguai durante o dia 25 de agosto. Conforme a Polícia Civil, Lucas foi vítima do “tribunal do crime”.

Após investigação policial, foi apurado que Lucas havia sido sequestrado pelos homens de 34, 31, 22 e 21 anos. Ao passar pelo “julgamento” do grupo, o motorista de aplicativo foi condenado por ter uma suposta relação com a facção rival.

Lucas foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros Militar na região da Boca do Paraguai Mirim já sem vida. O corpo estava boiando e apresentava corte no pescoço, várias lesões no rosto, ferimento na cabeça e um corte no abdômen. Sem documentos pessoais, ele foi reconhecido pela família no IML (Instituto Médico Legal).

Durante este fim de semana, os quatro envolvidos na execução foram identificados e presos pelo Setor de Investigações Gerais da Delegacia de Polícia de Ladário e da 1ª Delegacia de Corumbá. Ainda de acordo com a Polícia Civil, a investigação segue em desenvolvimento. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE