PUBLICIDADE
Caarapó

Médico é preso pela PF por atropelar e não prestar socorro

| SUL NEWS


O médico urologista Nelson Antonio Gasperin, de 51 anos, que havia sido solto por decisão da juíza da Comarca de Naviraí Marilza Baptista, voltou a ser preso na manhã deste sábado, pela Polícia Federal, em Umuarama (PR).


Na época, a magistrada aceitou a tese da defesa de que não existiriam provas de que Gasperin estava embriagado.


Agora, a prisão é em cumprimento a mandado expedido pelo juiz Eduardo Magrinelli Júnior, que acatou recomendação da promotora de Justiça da Vara Criminal da Comarca de Naviraí, Letícia Rossana Ferreira.


O médico está na cadeia pública, de acordo com o site Sul News, e deve ficar lá até que seja determinada transferência para a Penitenciária de Naviraí.


A prisão do médico urologista foi decretada por homicídio por dolo eventual (com grande comoção social).


Após ter atropelado o comerciante Joaquim Araújo Dias Filho, de 41 anos, Gasperin acendeu um cigarro e aumentou o som da caminhonete Ranger, que dirigia. Ele não tentou socorrer o comerciante e, segundo testemunhas, estava visivelmente embriagado. Joaquim morreu.


No entanto, o médico não aceitou fazer o teste do bafômetro e disse que não estava em alta velocidade. Na caminhonete dele estavam duas garrafas de uísque, uma delas praticamente vazia.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE