PUBLICIDADE
Política

Serra lidera corrida eleitoral em MS com 39%; Dilma tem 29%

José Serra (PSDB) é o favorito na opinião do eleitorado sul-mato-grossense

| MIDIAMAX


O ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) é o favorito na opinião do eleitorado sul-mato-grossense à presidência da República. Ele tem 39% das intenções de voto. A segunda na preferência dos eleitores é a ex-ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pré- candidata pelo PT com 29% das intenções de voto. Os dados são da pesquisa Ibrape divulgada hoje pelo jornal Correio do Estado.

A pesquisa espontânea – quando o entrevistado indica o nome sem consultar lista de candidatos – também aponta a preferência do sul-mato-grossense por José Serra. O tucano foi mencionado por 18% do eleitorado enquanto Dilma foi lembrada por apenas 6%. O segundo colocado na espontânea é o presidente Lula que já está em segundo mandato e não pode concorrer à reeleição.

O veículo de comunicação informa que a pesquisa foi realizada no período de 8 a 14 deste mês, com 1.647 eleitores em oito regiões do Estado. A margem de erro da pesquisa é de 5 pontos percentuais.

Ainda na modalidade estimulada, a pesquisa Ibrape realizada em outubro de 2009 apontava Serra em uma situação bem mais confortável. A vantagem dele era de 21 pontos. Neste período, o desempenho de Serra fiscos estabilizado em 39% das intenções de voto em MS. Já Dilma saltou de 18% em outubro de 2009 para 29% neste mês.

O deputado federal Ciro Gomes (PSB) aparece com 12% em abril, mas tinha 14% em outubro. A senadora Marina Silva (PV) subiu de 5% para 6%. O Ibrape diz ainda que 10% dos eleitores estão indecisos ou com intenção de anular o voto.

Espontânea

Além de Serra, Lula e Dilma também foram lembrados na pesquisa espontânea Ciro Gomes (2%), Aécio Neves (PSDB) – que não é candidato à presidência – (1%), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Marina Silva também foram lembrados por 1% do eleitorado. Nesta modalidade de pesquisa, os eleitores indecisos somam 60%.

Regiões

Serra vence Dilma em todas as regiões do Estado. Porém, em Campo Grande os dois estariam tecnicamente empatados levando-se em conta a margem de erro de 5 pontos percentuais. O candidato do PSDB obtém 36% e a petista 32%.

Na região do Bolsão, divisa com São Paulo Serra aparece com 47% das intenções de voto contra 26% da petista.

Na região do Pantanal, ele tem 37% contra 29% de Dilma. No Conesul, o tucano tem 38% contra 30% da petista. No Sudoeste, o ex-governador de São Paulo aparece 40% enquanto a ex-ministra da Casa Civil tem 31%. Já na Grande Dourados, a diferença é de 40% a 28%.

O veículo informa que a pesquisa realizada pelo Ibrape foi registrada no dia 16 deste mês no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) com o número 9.107/2010.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE