PUBLICIDADE
Caarapó

Escola de Caarapó desenvolve Projeto Semeando para o Futuro

O projeto tem a finalidade de intervir na cultura alimentar e nutricional das crianças

| ASSESSORIA


O Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Julio Ushigima de Caarapó realizou na manhã de ontem a solenidade de lançamento do Projeto Semeando para o Futuro. A cerimônia aconteceu na própria escola com a presença do secretário de Educação e Esportes, Apolinário Candado, e outras autoridades. O trabalho consiste no desenvolvimento de uma horta escolar com os alunos da escola.
 

O projeto tem a finalidade de intervir na cultura alimentar e nutricional das crianças envolvidas, mediante o fato de que é possível promover a educação integral das crianças por meio da construção, manipulação e contato com meio.
  Segundo a diretora do CMEI Julio Wshigima, Maria Pereira dos Santos, o projeto tem ainda o intuito de cultivar um canteiro da horta e possibilitar às crianças novas experiências e descobertas, a fim de fornecer subsídios para que desde cedo aprendam a apreciar as hortaliças, desenvolvendo valores e atitude a respeito da natureza, bem como a preservação de uma vida saudável.
  Maria disse ainda que o projeto terá um tempo de realização de um ano e tem como público alvo o Maternal II, que compreende as crianças de três a quatro anos de idade. Durante a semana, elas irão com freqüência à horta da escola para participar diretamente no plantio, irrigação, acompanhamento do crescimento, além de assistirem a vídeos educativos em sala de aula.
  De acordo com a nutricionista Daniela Bittencourt Gripp, a horta escolar é um valioso instrumento educativo. Dentre vários aspectos que ela aborda, inclui-se o estímulo da prática de uma alimentação adequada e saudável, e ainda complementa a merenda escolar, enriquecendo o prato das crianças.
  “Infelizmente, o hábito de plantar aos poucos foi se distanciando de nós. Hoje tudo parece estar mais fácil. Vamos ao mercado e lá já compramos tudo pronto, às vezes até embalado, o mais prático possível. No entanto, esquecemos que a alimentação é muito importante na nossa vida e que devemos dedicar um tempinho para cuidar dela, se quisermos ter saúde e viver bem”, disse.
  Já o secretário Apolinário Candado disse que o projeto vem ao encontro da proposta da Secretaria de Educação, que pretende incentivar o cultivo das hortas escolares na rede municipal, pois a produção de alimentos saudáveis é uma importante atividade no processo ensino-aprendizagem das crianças.
  Para o prefeito Mateus Palma de Farias (PR), a idéia é louvável e digna de ser multiplicada por outras pessoas. “A escola é um espaço de aquisição de novos conhecimentos, ambiente que propicia o saber culturalmente acumulado visando à socialização, interação e o despertar do interesse da criança em construir o conhecimento”, falou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE