PUBLICIDADE
Caarapó

Pontinha causa polêmica ao denunciar suposto faturamento em agendas

A polêmica que teve início em Caarapó chegou até a Assembléia Legislativa na manhã de hoje

| CAARAPONEWS COM MIDIAMAX


Por André Nezzi


O vereador Edson Baratella, o “Pontinha” (PT), ao fazer uso da tribuna na sessão de ontem, na Câmara Municipal, levantou suspeita sobre o suposto superfaturamento na confecção de agendas bancadas pelo governo estadual e distribuídas nas escolas públicas. A publicação, um livro didático, teria recebido as agendas, produzida pelo Detran, num pacote com uma nota indicando o preço de cada didático.


Pelos cálculos, cada agenda teria custado algo em torno de R$ 56, uma cifra exagerada, segundo o vereador, que teria inclusive pesquisado em livrarias da cidade e teria constatado que o preço máximo de agendas parecidas seria R$ 5.


A polêmica que teve início em Caarapó chegou até a Assembléia Legislativa na manhã de hoje. De posse desta informação, o deputado estadual Pedro Kemp, do PT, provocou dura discussão com a base de sustentação do governo André Puccinelli, do PMDB.


O deputado petista levou ao plenário a agenda em questão e a exibiu aos parlamentares.

   

No debate, o líder do governo na Assembleia Legislativa, o deputado Youssif Domingos, negou a suspeita de Kemp e o deputado Carlos Marun, também peemedebista, forte aliado do governador, disse que os petistas já estariam criando fatos para “justificar a derrota na eleição de outubro”. Puccinelli deve enfrentar o ex-governador Zeca do PT na disputa pelo governo.


O deputado Youssif Domingos, líder do governo entrou na discussão e disse ter sido informado pelo comando do Detran que foram imprimidas 324 mil agendas e por isso R$ 2,3 milhões, isto é, cada publicação, disse o parlamentar, custou R$ 7.48 cada, quantia bem inferior a soma calculada pelos petistas


Ainda assim, Pedro Kemp insistiu na denúncia e disse que vai pedir informações sobre o custo das agendas ao Detran e também a Secretaria de Educação.


O deputado Paulo Duarte, também petista, disse já ter movido uma ação contra Puccinelli no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) por suspeita de propaganda antecipada e que agora vai juntar a agenda que exibe uma fotografia Puccinelli e levar a corte eleitoral para reforçar sua petição.(Com informações do Midiamax)

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE