PUBLICIDADE
Geral

Touro de MS é o 1º a ter o genoma seqüenciado no mundo

| CAMPO GRANDE NEWS


O touro 7308 PO Perdizes, da Fazenda Perdizes, de Campo Grande, foi o primeiro zebuíno do mundo a ter o genoma inteiro seqüenciado. O trabalho foi desenvolvido pela Genoa Biotecnologia e pela Universidade de Alberta, no Canadá.


Conforme notícia do jornal O Estado de São Paulo, foram identificados os marcadores moleculares de cinco características fundamentais: área de lombo, precocidade sexual, acabamento de carcaça, ganho de peso e docilidade.


A raça nelore foi escolhida por representar 80% do rebanho bovino brasileiro. O touro da Perdizes tem 5 anos e aos 4 anos e dois meses pesava 1,1 tonelada. O animal é de linhagem nobre, e leva o sangue de Ludy e 1646 da MN.


Foi ponta em diversas avaliações de superioridade genética com dezenas de filhos avaliados e cada dose convencional de sêmen do touro é vendida a R$ 22,00.


Marco – O sequenciamento é considerado um marco para pecuária. A partir da definição dos marcadores, a intenção é otimizar a produção, com vistas ao maior rendimento das carcaças.


O projeto priorizou a docilidade porque a raça tem como característica o comportamento arredio e a intenção em breve comercializar o marcador que garante essa carcterística.


“A docilidade, quando introduzida nos rebanhos de boi Nelore, trará não só ao produtor um rebanho com produção de carne mais macia e com a carcaça mais conservada, como o consumidor também se beneficiará, tendo nas prateleiras de seu supermercado, uma carne com preço mais acessível e saudável”, avalia Stephen Moore, Diretor do Programa de Genoma Bovino.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE