PUBLICIDADE
Caarapó

Frangos pintados com urucum eram vendidos como caipira

| PRF


A Polícia Rodoviária Federal apreendeu no km 530 da BR 163, às 23h40, 270 unidades de frangos tingidos com urucum, os quais estavam acondicionados em caixas de isopor e seriam vendidos na cidade Coxim.


A mercadoria estava no veículo Fiat Uno Mille, placas CPF-0479/SP, conduzido por A.A.L., 38 anos, vendedor, que estava em companhia de J.A., 44 anos, vendedor.


Os dois ocupantes foram detidos em flagrante por crime contra a saúde pública e contra o consumidor, foram entregues a equipe da Polícia Civil – DERF que se encontravam no posto devido a uma operação em conjunto.


As mercadorias foram entregues na Secretaria Municipal de Vigilância Sanitária de Jaraguari pela equipe da DERF.


"Estamos enviando essa nota para mostrar uma realidade. Muitas pessoas compram os frangos como caipira sem saber que se tratam de frangos que já não têm muita utilidade e valor comercial, pois, geralmente, são adquiridos em granjas que exploram a atividade de produção de ovos: são as chamadas galinhas poedeiras. As pessoas compram por um valor ínfimo (R$ 0,30 “no descarte”), abatem as aves de forma clandestina, não comprovam procedência, pintam com o urucum e lucram como se fossem criadores ou produtores do tão procurado frango caipira."


DESCARTE: Quando o lote das poedeiras passa a produzir uma quantidade de ovos abaixo daquilo que seja suficiente para cobrir o investimento na criação, o gasto com ração por exemplo.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE