PUBLICIDADE
Caarapó

Integrante da família Morel é executado na Fronteira

| CONE SUL NEWS


O brasileiro Alfredo Morel Laranjeira, de 30 anos, foi assassinado a tiros neste final de semana na cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. A polícia do país vizinho acredita que o crime é um acerto de contas entre narcotraficantes da região, já que a família da vítima controla o tráfico na fronteira e, inclusive, possuía alianças com o traficante Fernandinho Beira-Mar, de 40 anos.

Beira-Mar é acusado de ser o mandante do assassinato de outro traficante, João Morel, patriarca da família Morel, que foi assassinado no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande, em janeiro de 2001, a golpes de faca artesanal.

Alfredo Morel Laranjeira foi assassinado por dois jovens em uma motocicleta quando estava na companhia da esposa e dos filhos, no portão da sua residência. Ao parar o carro, ele foi surpreendido por um dos autores, que se aproximou e efetuou os disparos contra o brasileiro, que morreu em seguida.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE