PUBLICIDADE
Caarapó

Paraguaio é degolado em Ponta Porã, suspeitos fogem a pé

| MIDIAMAX NEWS


O paraguaio Alcides Escobar, 18 anos, foi assassinado no início da tarde deste sábado em Ponta Porã. O crime aconteceu por volta das 12h30 na Rua Marechal Floriano, em frente à agência da Receita Federal, há poucos metros da linha internacional que divide Brasil e Paraguai.


De acordo com testemunhas, Escobar, que diariamente cuidava de carros e pedia esmola em frente ao prédio da Receita, foi atacado por dois homens. Ele revidou com um tijolo e saiu correndo.


A vítima chegou a correr por mais seis metros, mas acabou sendo alcançada por um dos jovens e foi ferido no rosto com um tijolo. Em poder de uma faca, o outro homem degolou a vítima.


O paraguaio caiu no meio da rua e acabou não resistiu ao ferimento. Conforme testemunhas, os suspeitos de serem os autores do crime fugiram do local para Pedro Juan Caballero, cruzando a pé a linha que divide os dois países.


O corpo de Alcides foi identificado uma hora depois por uma prima que foi até o local do acontecimento.


Segundo amigos da vítima, Alcides era usuário de drogas e vinha recebendo ameaças. A princípio, testemunhas que estavam no local imaginavam que se tratava de um roubo de som de carro, já que a vítima escondia um fio de rádio dentro do bolso da calça, e os donos teriam reagido. O corpo de Alcides foi levado para o IML de Ponta Porã.
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE