PUBLICIDADE
Política

Zeca diz que apenas sete pontos o separam do André

| DOURADOSINFORMA


O ex-governador Zeca do PT disse durante entrevista à Grande FM neste sábado que uma diferença de apenas sete pontos o separam nas do governador André Puccinelli (PMDB) e esse seria o motivo do desespero do governador.


Ele afirmou que as pesquisas que têm sido divulgadas são manipuladas e trabalham para mais e para menos com as margens de erro. A mais fiel, disse, é uma do PSDB que aponta a diferença de sete pontos. “Isso é muito pouco”, salientou, uma vez que o governador está todo dia na mídia.


Declarou que o atual governo adotou um regime de terrorismo fiscal em cima dos empresários e um relacionamento truculento com os servidores e outros setores da sociedade e que cedeu 150 equipamentos da Agesul para empresas terceirizadas que estão prestando serviço para o Estado.


Sobre o fato do PDT estar no arco de aliança com o PT e o prefeito Ari Artuzi (PDT) estar apoiando o governador, Zeca disse que vê isso com naturalidade porque o André pressiona os prefeitos a apoiá-lo sob pena de sanção da ajuda do Estado, mas que isso é um problema do PDT e não dele.


O vereador Humberto Teixeira Jr. (PDT) disse neste sábado na Expoagro que esse assunto está sendo conversando dentro do partido em nível local e em nível regional, “não existe ainda uma definição por parte do prefeito, o nosso caminho vai ser junto ao Zeca do PT e o prefeito vai ter que se definir (...) Cada um tem que assumir as suas responsabilidades (...) Se o prefeito tomar uma posição diferente terá que assumir as consequencias disso (...) ”. Humberto é pré-candidato a deputado federal.


André, por sua vez, quando questionado por Eduardo Palomita, que Zeca havia dito que o governador anda muito chorão, o mesmo respondeu: "Perdoai-vos porque não sabe o que está falando (...) Eu vim a Dourados para trabalhar (...)".
 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE