PUBLICIDADE
Caarapó

Demtrat se reúne com Associação dos Taxistas de Caarapó

Com a criação da associação, a partir de agora seus membros poderão participar das reuniões

| ASSESSORIA


Com o objetivo de discutir sobre o transporte de passageiros no município em veículos particulares ou não credenciados, o Departamento Municipal de Transporte e Trânsito (Demtrat) se reuniu no último dia 25 com a Associação dos Taxistas e Condutores Autônomos de Caarapó.
 

  Participaram da reunião o chefe do Demtrat de Caarapó, Luiz Dáuria, o comandante do 3° Batalhão de Polícia Militar de Caarapó, tenente Marco Antônio Kobayashi, a agente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de Caarapó, Ângela Maria Kaku, o agente de trânsito Celso Henrique Yamazaki, e o presidente da Associação dos Taxistas de Caarapó, Francisco Flores.
    De acordo com o tenente Marco Antônio Kobayashi, devido às muitas reclamações junto à Polícia Militar por parte dos taxistas com relação ao valor cobrado no transporte de passageiros para a Reserva Te’ýikue, ele orientou que primeiramente fosse organizado um sindicato ou associação para que as providências fossem tomadas.
    “E para nossa alegria não demorou muito e recentemente foi criada a Associação dos Taxistas e Condutores Autônomos de Caarapó. Agora, com a instituição criada, fica mais fácil para a PM fazer uma averiguação das denúncias. A principal reclamação por parte dos taxistas diz respeito ao preço da corrida feita pela categoria, cada um cobra do seu jeito, o que gera de certa forma uma revolta às vezes dentro da própria classe”, falou.
    Kobayashi disse ainda que a reunião foi muito importante, porque com a classe organizada, a Polícia Militar, juntamente com o demais órgãos fiscalizadores do município, vai acompanhar mais de perto o trabalho da categoria.
    Conforme o presidente da Associação dos Taxistas de Caarapó, Francisco Flores, a instituição foi fundada em março deste ano e conta atualmente com 33 taxistas cadastrados, divididos em três pontos de táxis, sendo um defronte à Estação Rodoviária, outro em frente ao Banco HSBC e o outro defronte à loja Center Móveis, cada um com 11 profissionais.
    Segundo o chefe do Demtrat de Caarapó, Luiz Dáuria, o aumento substancial de veículos, uma vez que em 2005, quando foi implantado o órgão no município caarapoense, os veículos cadastrados junto ao Detran eram 4.300, sendo que hoje essa quantidade aumentou consideravelmente para aproximadamente 8 mil. “Com essa frota, estamos tendo uma maior dificuldade para que se possa fazer uma fiscalização de forma a coibir o transporte por parte de alguns veículos que não estão cadastrados ou autorizados para esse fim”, disse.
    “Após essa reunião, as autoridades fiscalizadoras assumiram um compromisso para a realização de fiscalização com objetivo de tentar resolver essa situação junto aos taxistas. Com a criação da associação, a partir de agora seus membros poderão participar das reuniões do Conselho Municipal de Segurança, que acontecem na primeira segunda-feira de cada mês”, informou Luiz Dáuria.  

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE