PUBLICIDADE
treta

Datena para o Brasil Urgente e manda recado a Luiz Bacci após ataque

| RD1


Datena manda recado a Luiz Bacci ao vivo na Band (Imagem: Reprodução – Band – Record / Montagem – RD1)

José Luiz Datena afirmou no início do Brasil Urgente desta sexta-feira (12) que Luiz Bacci, apresentador do Cidade Alerta, errou redondamente após declarações contra Elisabete Sato, diretora do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP).

Após elogios ao trabalho feito pela delegada em toda sua carreira, Datena mandou um recado a Luiz Bacci: “Quanto ao Bacci… É um menino bom, jovem, meu amigo, faz um excelente trabalho no jornalismo e acho que ele se equivocou muito com a doutora Sato”.

“O Bacci ainda vai crescer muito. Já é um brilhante jornalista, mas está completamente enganado com a doutora Sato, que é uma fantástica mulher e uma extraordinária delegada de polícia”, expôs.

Eu acho que o Bacci deve refletir. Não sei se ele vai pedir desculpas ou não… Eu faria”, declarou o comunicador, ao vivo, no telejornal da Band.

Antes de Datena, ADPESP repudia ataques de Luiz Bacci
Por meio de nota, a Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo apontou que o contratado da Record “demonstrou total desrespeito e desconhecimento da trajetória profissional da delegada”, e completou:

“A Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (ADPESP) repudia veementemente as manifestações levianas e desrespeitosas feitas pelo apresentador do Cidade Alerta, Luiz Bacci, na tarde de hoje, 12”.
A associação acrescentou: “Causa espanto que um apresentador de telejornal profira palavras de tão grande desrespeito, inclusive se colocando claramente no papel de regulador da atividade policial, chegando a determinar ao delegado-geral que remova a diretora de suas funções”.

Em defesa da delegada, a ADPESP complementou que não foi a primeira vez que Bacci se comportou de tal maneira:

“Lamentavelmente, esta não é a primeira vez que tal apresentador se comporta de maneira, o que demonstra profunda falta de respeito e consideração com outros colegas e a atividade policial em geral”.
Na nota, a associação de delegados pediu uma atitude firme da Record contra o seu funcionário: “Esperamos que a emissora Record, que preza pela seriedade de seu jornalismo, reavalie a permanência de profissionais como o apresentador em questão, uma vez que não condizem com a qualidade e a responsabilidade buscadas diariamente”.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE