PUBLICIDADE
Política

Zeca do PT admite que já 'conhece' nome de seu vice

| MIDIAMAX


O ex-governador José Orcírio dos Santos, o Zeca do PT, pré-candidato ao governo, deu a entender na manhã desta sexta-feira que já sabe o nome de seu vice. Ele garantiu também que o parceiro político na disputa de outubro milita em Dourados e é um filiado ao PP, PSB, PV “ou outro partido interessado em fechar aliança” com seu partido. Zeca reafirmou ainda que seu vice não é do PT nem membro do PDT, sigla que indicou o pré-candidato ao Senado pela chapa do petista.
 

Zeca, que participou nesta manhã da abertura do Congresso Estadual de Direito Notorial e de Registro, em Campo Grande, disse ter conversado com cinco ou seis aliados com “potencial político capaz" de disputar o governo ao seu lado. Questionado se nesses diálogos já teria feito a sua escolha, assim ele respondeu: “acho que sim”.
 

“Mas não estou com pressa, vamos resolver isso após o dia 6 de junho [data do encontro estadual do PT]. Nem o Serra [pré-candidato do PSDB à Presidência] escolheu o seu vice, não é? Não vejo problema em ainda não ter anunciado meu vice”.
 

Embora sem a indicação do vice, Zeca informou que já acertou com a equipe que vai comandar sua campanha eleitoral. Ele disse que o grupo de marketing escolhido é o mesmo que fez a campanha do presidente Lula, em 1989, na eleição vencida por Fernando Collor de Mello.
 

Uma das estratégias de campanha de Zeca, segundo ele, é mirar seu discurso nas supostas falhas do governo de André Puccinelli (PMDB), pré-candidato à reeleição.
 

“Vejo nele [André] erros comportamentais, como o autoristarismo e o não cumprimento de promessas que fez como a de implantar um governo municipalista”, disse.
 

Outro foco da campanha do petista é centrar a atenção no eleitorado de Campo Grande, onde o candidato peemedebista estaria levando vantagem sobre ele.

iniciaCorpo("15;12;16;13;17;14;18;15");


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE