PUBLICIDADE
Política

Governo de MS propõe subsidiar passe de estudantes da Rede Estadual de Ensino

| G1 MS


Reunião para discutir sobre passe de estudantes entre governo e prefeitura — Foto: DyegoQueiroz/TVMorena

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), propôs repassar cerca de R$ 1,2 milhão referente ao subsídio do passe de estudantes da Rede Estadual de Ensino. A proposta foi apresentada durante uma reunião com a prefeitura Adriane Lopes (Patriota), na tarde desta terça-feira (28), em Campo Grande.
Conforme acordado entre os representantes, o subsídio pelo governo do estado deve ser pago até dezembro de 2022 e, assim, a tarifa do transporte coletivo da capital se manteria em R$ 4,40. O Consórcio Guaicurus alega que atualmente há um déficit mensal de R$ 5 milhões, grande parte provocadas pelas gratuidades.
Segundo a Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), 50% do passe de estudantes são dos alunos da Rede Estadual.

“É possível a gente fazer uma transferência através de convênio para subsidiar o transporte dos alunos da Rede Estadual em Campo Grande. E pedi à prefeita que amanhã faça uma reunião com o Consórcio para termos uma garantia de que se o município subsidiar, eles vão manter a tarifa nos patamares de hoje”, afirmou o governador.
Segundo a prefeita, atualmente o município subsidia e paga a gratuidade dos alunos da rede municipal e das pessoas com deficiência.
Na tarde desta terça-feira (28), os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande aprovaram o projeto de lei 10.702/22, que permite que a Prefeitura firme parcerias com o estado e a União para subsidiar a gratuidade do transporte coletivo aos estudantes da Rede Estadual e das instituições de ensino federais.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE