PUBLICIDADE
Caarapó

Vendedores de bacias e baldes são presos com notas falsas e drogas em Caarapó

| CAARAPONEWS


Momento da ação da PM em Caarapó. Foto: Divulgação

A Polícia Militar de Caarapó prendeu na tarde desta quarta-feira (29), quatro indivíduos, que após denúncia foram flagrados com notas falsas, porções de maconha e cigarros. A ação ocorreu por volta das 16h, no pátio de um posto de combustível na BR-163.

Na manhã desta quarta-feira chegou ao conhecimento da Polícia Militar de Caarapó, que a PM de Amambai teria visto um ônibus com umas 15 pessoas, no dia anterior vendendo algumas bacias e baldes naquela cidade e que na ocasião estavam passando notas falsas na cidade.

A informação dava conta ainda que nesta quarta-feira, o ônibus estaria vindo para cidade de Caarapó.

De acordo com o boletim, no período matutino não foi localizado o veículo da referida denúncia, porém já no período vespertino a polícia recebeu duas ligações onde os informante não quiseram se identificar e que relataram que uns vendedores de bacias e baldes teriam tentado passar notas falsa no comércio de Caarapó,  onde fizeram algumas compras, mas não obtiveram êxito.

Diante das denúncias a PM logrou êxito em localizar um ônibus particular com as placas BWE-1E57 de Bauru/SP, tendo como motorista a pessoa de R.G.C., e como responsável R.S.V., tendo como passageiros os indivíduos Bruno. R.D.C., de 23 anos, Juliano H.R., de 26 anos, Victor A.F., de 23 anos e V. H.D.D.,  de 21  anos.

Em revista pessoal nas bagagens do motorista e do responsável nada de ilícito foi localizado.

Já nos passageiros Milton S..N.,  foi localizado em sua carteira duas notas de 50 reais falsas o qual alegou ter recebido de seu colega de trabalho Marcelo B., por uma dívida, fato este confirmado por Marcelo.

Já nos pertences de Juliano foram localizadas três porções de maconha totalizando 61 gramas, o qual disse ter ganho de um desconhecido do pais paraguaio.

Nos pertences de Victor foi localizado 48 gramas de maconha o qual disse que trocou por um balde no Paraguai. Também foi localizada uma nota de 200 reais, pois este estava fora do ônibus e quando avistou a polícia escondeu a referida nota em um banheiro feminino no posto às margens da rodovia. Ao ser indagado onde adquiriu a nota ele não quis informar a origem.

Enquanto que Leonardo A.S.A., estava com 31 notas falsas de 50 reais e uma nota de 200 reais totalizando R$ 1.750,00. Ele alegou que pagou pelas mesmas 300 reais no Paraguai.

Com Bruno foi localizado 27 gramas de maconha o qual disse ter trocado em um balde no Paraguai

Já com Marcelo B.B.A., foram encontradas 20 notas de 50 reais totalizando R$ 1.000,00. Esse disse ter pagado 150 reais pelo dinheiro. Sendo que na bolsa de Victor foram localizadas 189 gramas de maconha divididas em três volumes e 12 pacotes de cigarros da marca Eight, Rex e também nove maços de cigarros da marca Palermo.

O responsável do ônibus ao ser indagado relatou que todos são da cidade de Bauru/SP, os quais são contratados para vender por comissão as mercadorias (balde e bacia). Ele informou ainda que entraram em Mato Grosso do Sul pela cidade de  Bataguassu e foram vendendo até a cidade de  Ponta Porá, onde ficaram por dois dias.

Na sequência foram até cidade de Amambai onde permaneceram por três dias, vindo para a cidade de Caarapó nesta quarta-feira.

Ao ser questionado se o responsável pelo ônibus tem conhecimento das irregularidades cometidas pelos contratados, ele respondeu que não.

Toda revista pessoal, como de pertences foram acompanhadas pelo responsável e condutor do ônibus.

Na ocasião os proprietários das drogas alegaram que ambas são para consumo. Já os  flagrados com as notas falsas disseram que eram para negócios.

Como notas falsas são de competência da Polícia Federal, a Polícia Militar de Caarapó encaminhou os indivíduos com a moeda e as drogas para a cidade de Dourados.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE