PUBLICIDADE
furacão

Athletico empata com Libertad nos minutos finais e garante vaga nas quartas

| ESPN


Foto: Norberto Duarte/AFP

O Furacão está nas quartas de final da Conmebol Libertadores! Depois de vencer por 2 a 1 na ida, Athletico-PR empatou em 1 a 1 com o Libertad, nesta terça-feira (5) no Defensores Del Chaco, em Assunção, no Paraguai, e avançou no torneio continental.

Roque Santa Cruz abriu o placar para a equipe paraguaia. Rômulo igualou nos minutos finais e garantiu classificação para o imbatível time de Felipão, que chegou ao seu 14º jogo seguido sem perder.

Vice-líder do Brasileirão, o Athletico chegou embalado para o jogo depois de vencer o Palmeiras por 2 a 0 e precisava de um empate para garantir classificação no torneio continental.

Assim como foi na Arena da Baixada, o jogo começou aberto, com os dois times criando boas chances de abrir o placar. Com menos de um minuto, Caballero arriscou um chute e obrigou Bento a trabalhar. No rebote, Samudio mandou para fora.

O time da casa respondeu com o chute cruzado de Erick, que parou em uma grande defesa de Martín Silva. Na sequência, Cuello quase fez o primeiro, mas acabou mandando por cima do travessão. A partir de então, a intensidade do jogo caiu.

Até que aos 48, Roque Santa Cruz fez fila, passou por Nico Hernández, Pedro Henrique e chutou cruzado para colocar os paraguaios na frente do placar. O resultado de momento levaria a partida para os pênaltis.

Na volta do intervalo, os paraguaios começaram pressionando e só não ampliaram porque o goleiro Bento salvou. No primeiro lance, após bate e rebate na área, Marcelo Díaz tentou o cabeceio, Malgarejo não alcançou, e o camisa 1 segurou. Depois, ele ainda defendeu a cabeçada no canto de Roque Santa Cruz.

O Athletico respondeu com uma bomba de Vitor Roque, aos 23, que obrigou Martín Silva a fazer uma boa defesa.

Depois disso, o Libertad assumiu o controle do jogo e voltou a colocar pressão. O time paranaense, por sua vez, se defendia como podia e tentava manter a bola nos pés para levar a partida para os pênaltis. Até que aos 44 minutos do 2º tempo, Khellven bateu falta, Rômulo cabeceou, Martín Silva defendeu, mas no rebote, o atacante mandou para o fundo das redes para empatar o jogo e garantir a classificação ao Athletico.

Situação do campeonato
Com o resultado, o Athletico está nas quartas de final e vai enfrentar quem avançar de Fortaleza e Estudiantes. Os dois times empataram em 1 a 1, no Castelão. A volta acontece na próxima quinta-feira (7), às 21h30, em Buenos Aires, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+.

O cara: Felipão
O treinador, que não perde há 14 jogos, tirou Vitor Roque para colocar Rômulo aos 31 minutos do 2º tempo. E foi justamente Rômulo que marcou o gol do empate no final do jogo, que garantiu a classificação ao Furacão.

Recorde de Roque Santa Cruz
Aos 40 anos, o atacante fez um verdadeiro GOLAÇO e abriu o placar para os paraguaios. Ele fez fila na marcação e chutou cruzado sem chances de defesa para Bento. Com o gol, Roque Santa Cruz superou Nenê se tornou o jogador mais velho a balançar as redes na fase eliminatória em toda a história da Copa.

Quando atuava pelo Fluminense, o brasileiro marcou com 39 anos e 359 dias contra o Cerro Porteño em 2021.

Foi mal: Caballero
O volante protagonizou uma cena bizarra no estádio Defensores Del Chaco. Ele tentou cobrar lateral rápido, mas se enrolou com a bola.

Próximos jogos
O Athletico volta a campo no sábado (9) para enfrentar o Goiás às 20h30 no estádio da Serrinha pela 16ª rodada do Brasileirão. Já o Libertad encara o Sportivo Ameliano pelo Campeonato Paraguaio em data a ser definida.

Ficha técnica
Libertad 1 x 1 Athletico-PR
GOLS: Roque Santa Cruz (48' do 1ºT), Rômulo (44' do 2ºT)

LIBERTAD: Martín Silva; Ivan Piris, Diego Viera, Barboza e Miguel Samudio; Marcelo Díaz (Campuzano), Merlini (Bareiro), Cabellero, Diego Gomez (Mendieta) e Melgarejo; Roque Santa Cruz (Óscar Cardozo). Técnico: Daniel Garnero

ATHLETICO-PR: Bento; Orejuela (Khellven), Pedro Henrique, Nico Hernández e Abner; Hugo Moura (Matheus Fernandes), Erick e Terans (Vitor Bueno); Cuello, Canobbio (Marcelo Cirino) e Vitor Roque (Rômulo). Técnico: Felipão


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE