PUBLICIDADE
alerta

Rei do Pix: o novo golpe que toma as redes sociais

Há também o risco de que o participante possa ser enquadrado como cúmplice do esquema criminoso, caso haja ciência da origem do dinheiro

| TERRA


Foto: Gov.br/Divulgação / Tecnoblog

Um novo golpe está tomando contas no Instagram, Twitter e TikTok utilizando o Pix, a ferramenta para transferência de valores. Os reis e rainhas do Pix praticam o golpe pedindo que valores sejam enviados e prometendo retorno que pode chegar a 1000%. A ideia é transformar dinheiro proveniente de práticas criminosas em dinheiro limpo. As informações são da Folha de S.Paulo.

Os perfis divulgam tabelas claras para devoluções do dinheiro, em um deles há uma lista com alguns valores: se enviar um Pix de R$ 100, recebe R$ 1000, caso envie um de R$ 1000, recebe R$ 12.500. 

Após o envio do Pix, não é garantido que o valor prometido será depositado. Os criminosos tem como prática sacar rapidamente o valor enviado para que o dinheiro não seja bloqueado por instituições bancárias. No entanto, em alguns casos a oferta prometida é enviada.

Há também o risco de que o participante possa ser enquadrado como cúmplice do esquema criminoso, caso haja ciência da origem do dinheiro. Segundo reportagem da Folha de S.Paulo, alguns perfis deixam claro que a origem do valor enviado vem de atividades ilícitas. Thiago Chinellato, delegado da Divisão de Crimes Cibernéticos na Polícia Civil de São Paulo, disse a Folha que a vítima do crime também pode ser responsabilizada criminalmente.

O delegado recomendou que as pessoas não participem de grupos que prometem um retorno financeiro incomum e exagerado: "Isso evita que a pessoa além de perder dinheiro possa ter a complicação de enfrentar processo criminal."


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE