PUBLICIDADE
Geral

Renata Fan embarca para a África do Sul para cobrir sua primeira Copa

| FOLHA ONLINE


A apresentadora Renata Fan, 32, do "Jogo Aberto", da Band, embarca nesta quinta-feira (3) para a África do Sul, onde vai cobrir sua primeira Copa do Mundo "in loco".
 

Apesar de trabalhar há sete anos na área esportiva, a gaúcha nunca havia carimbado o passaporte para noticiar o principal evento do futebol mundial.
 

"É a primeira Copa de muitas. Assim espero!", diz a miss Brasil 1999, que afirma conversar sobre futebol até com o porteiro do prédio.
 

Escalada pela Band para três atrações diferentes durante a Copa, ela diz que se preparou para a empreitada com aulas de inglês e acompanhando as eliminatórias e os jogadores que seriam escalados pelo técnico Dunga, da seleção brasileira.
 

"É algo que eu venho trabalhando há muito tempo e não somente há dois ou três meses", afirma.
 

Na Copa, além do "Jogo Aberto", Renata Fan comandará o "Direto da África", que abrirá a programação da Band antes da primeira partida do dia, e o "Conexão África", que vai ao ar entre as partidas da Copa.

 

Palpites
 

A apresentadora não foge de dar seus palpites sobre as seleções favoritas para ganhar a Copa da África. Para ela, Brasil e Alemanha têm grandes chances de ganhar a competição, embora por motivos diferentes.
 

"Brasil pelo talento, pelos jogadores diferenciados e curiosamente pelo fato de que nós, pela primeira vez, não temos um grande ou um único craque e sim um time, o que faz muita diferença", diz.
 

"Já a Alemanha --sempre bastante burocrática, focada-- consegue os resultados nem sempre com goleada, mas avançando com força para as fases finais", explica.
 

Entre os craques que devem brilhar na competição, Renata Fan destaca Rooney, da Inglaterra, Messi, da Argentina, e os brasileiros Robinho e Kaká, além do goleiro Julio Cesar.
 

"A escolha do craque depende muito de chegar ou não a uma final", avisa. "Tomara que o escolhido seja um brasileiro!"


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE