PUBLICIDADE
Caarapó

Novas empresas impulsionam emprego em Dourados

| ASSESSORIA


Movimentar a economia e diminuir as taxas de desemprego são uns dos principais efeitos provocados pelas instalações de novos empreendimentos em Dourados. Tem sido grande a expectativa de modificações no cenário econômico do município, que é tradicionalmente agropecuário, com a instalação de grandes empresas, como o hipermercado do Grupo Pão de Açúcar, a usina de álcool e cana São Fernando e vários outros empreendimentos, que recebem incentivos da prefeitura.


A expectativa é que até o final de 2010 sejam injetados pelo menos R$ 814 milhões entre 23 novas empresas e ampliação de empreendimentos. Estas empresas somam um faturamento anual de aproximadamente R$ 801 milhões.


Dourados passará a ter mais 134 mil metros quadrados de área construída e como resultado dos investimentos serão ofertados cerca de 3.770 empregos diretos. Somente no ramo de confecções, mais de mil empregos serão disponibilizados indiretamente.


Esta nova fase de implantação de empreendimentos é decorrente dos incentivos oferecidos pela administração, por meio do PID (Programa de Incentivos para o Desenvolvimento Sócio-Econômico de Dourados), para atrair novos investidores com potencial em auxiliar o desenvolvimento econômico do município, além da logística, que pela proximidade com a BR-163, facilita a comercialização dos produtos com outros estados.


Entre os benefícios oferecidos pela prefeitura estão a doação de área, terraplanagem, isenção do IPTU pelo período de sete anos, isenção de taxas referentes a projetos de construção, alvará, auxílio em linhas de créditos oficiais, além de treinamento de mão-de-obra.


Umas das preocupações da Prefeitura de Dourados é com a formação de profissionais qualificados. Para isto foi estabelecida parceria com a Fiems (Federação das Indústrias de MS), Sebrae, Senac e Senai e ainda será utilizado o centro de formação da prefeitura que está sendo construído na Vila Cachoeirinha, correspondendo assim às necessidades do mercado e da comunidade. 


Os principais investimentos recebidos em Dourados estão a indústrias de fertilizantes Fertipar e Heringer, com aplicação de R$ 25 milhões cada e as duas com um faturamento anual superior a R$ 120 milhões. O maior empreendimento é da Usina São Fernando que está instalando a fábrica de açúcar, com total de R$ 700 milhões.


Entre as empresas já existentes em Dourados que irão ampliar suas instalações estão Martha Campos e Gorethy Moda Íntima, que aplicarão R$ 725 mil e R$ 500 mil, respectivamente.


Elite Moda Íntima, Arte Camisetas, Ponto Cardeal, Karen Uniformes, Brisa Moda Praia, Concremar Artefatos de Cimento Ltda., Turis Hotel, ABV Comércio de Alimentos, Frigofort, Rede 10, Usicamp, Hotel Valência, Enzo Caminhões, Visocril Tintas e Paletes Barcelona estão entre as empresas que irão se instalar em Dourados até o final do ano.


“Esta visão, implantada pela administração, é importante porque a agricultura como base da nossa economia deve ser mantida, porém novos setores devem ser impulsionados com apoio do poder público”, afirmou o secretário da Agricultura Indústria e Comércio, Maurício Peralta.


O prefeito Ari Artuzi, que diariamente visita os locais onde as empresas estão se instalando, disse que o objetivo é garantir os incentivos para atrair investimentos capazes de gerar emprego e renda. “Nossa preocupação é garantir emprego e sustento para o trabalhador douradense. Oferecendo os incentivos, estamos cumprindo essa missão ao mesmo tempo em que o município se desenvolve”, afirmou.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE