PUBLICIDADE
polêmica

Giovanna Ewbank faz relato comovente após caso de racismo com os filhos

| RD1


Giovanna Ewbank contou o que sofreu durante viagem em Portugal (Imagem: Reprodução / Instagram)

Giovanna Ewbank quebrou o silêncio e falou sobre o caso de racismo sofrido pelos filhos, Titi e Bless, durante uma viagem em família por Portugal.

A apresentadora estava acompanhada dos pequenos e do marido, Bruno Gagliasso, quando as crianças foram atacadas por uma mulher.

Ao jornal O Globo, a famosa apenas declarou: “Vamos passar por cima dos racistas“. Em seguida, a assessoria de imprensa dos artistas enviou um comunicado explicando o que tinha acontecido.

“Comunicamos que os filhos do casal Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso foram vítimas de racismo no restaurante Clássico Beach Club, na Costa da Caparica, em Portugal, neste sábado, dia 30 de julho, onde a família passa férias“, diz o texto.

Assessoria de Giovanna Ewbank se pronuncia
Ainda em nota, a representante de Ewbank seguiu: “Uma mulher branca, que passava na frente do restaurante, xingou, deliberadamente, não só Títi e Bless, mas também a uma família de turistas Angolanos que estavam no local – cerca de 15 pessoas negras“.

“A criminosa pedia que eles saíssem do restaurante e voltassem para a África, entre outras absurdos proferidos às crianças, tais quais ‘pretos imundos“, completou.

O texto diz também que a atriz enfrentou a mulher, enquanto Bruno foi o responsável por ligar para a polícia. A acusada foi levada em escolta e presa.

“Informamos ainda que Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank prestarão queixa contra a racista formalmente na delegacia portuguesa. A Trigo Casa de Comunicação lamenta as agressões sofridas por Títi, Bless e os turistas angolanos e apoia integralmente as ações tomadas por Giovanna e Bruno. Racismo é crime“, concluiu.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE