PUBLICIDADE
política

Eleições 2022: Podemos decide apoiar Simone Tebet

Com a negativa de Dias, a sigla ensaiou uma aproximação com o União Brasil, que deve oficializar a candidatura da senadora Soraya Thronicke (MS)

| JOVEM PAN


Segundo pesquisa Datafolha divulgada no dia 28 de julho, Simone Tebet tem 2% das intenções de voto. Foto: Flickr / Simone Tebet

O Podemos decidiu nesta quinta-feira, 4, apoiar a candidatura da senadora Simone Tebet (MS) à Presidência da República. A legenda comandada pela deputada federal Renata Abreu (SP) se soma à federação PSDB–Cidadania e ao próprio MDB. A formalização do acordo deve ocorrer nesta sexta-feira, 5, em São Paulo, segundo apurou a Jovem Pan. Antes de fechar a aliança com os emedebistas, a cúpula do Podemos convidou o senador Alvaro Dias (PR) para disputar a corrida pelo Palácio do Planalto, mas o parlamentar decidiu concorrer à reeleição ao Senado contra o seu ex-correligionário Sergio Moro (União Brasil). Com a negativa de Dias, a sigla ensaiou uma aproximação com o União Brasil, que deve oficializar a candidatura da senadora Soraya Thronicke (MS).

A possibilidade de acerto entre Podemos e Tebet já havia sido citada pelo presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi (SP), na terça-feira, 2, quando foi anunciada a senadora Mara Gabrili (PSDB-SP) como candidata a vice-presidente na chapa da emedebista. Candidata da terceira via, que tenta se contrapor à polarização entre o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a senadora Simone Tebet ainda não deslanchou nas pesquisas. Segundo pesquisa Datafolha divulgada no dia 28 de julho, Tebet tem 2% das intenções de voto. Lula lidera com 47%, ante 29% de Bolsonaro. O ex-ministro Ciro Gomes, do PDT, aparece numericamente na terceira colocação, com 8%. O levantamento aponta a possibilidade de vitória do petista em primeiro turno, já que a soma dos votos dos demais candidatos (43%) é inferior ao patamar conquistado pelo ex-presidente.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE