PUBLICIDADE
Caarapó

Caarapó abre o ano letivo na rede municipal de ensino

A Secretaria de Educação e Esportes de Caarapó iniciou nesta quinta-feira o ano letivo de 2007 na rede municipal de ensino.

| DILERMANO ALVES


 

A Secretaria de Educação e Esportes de Caarapó iniciou nesta quinta-feira o ano letivo de 2007 na rede municipal de ensino. Cerca de três mil alunos da educação infantil e ensino fundamental estão regularmente matriculados na rede, número que pode mudar no decorrer do ano.

 

A rede municipal de ensino de Caarapó é constituída de três escolas de ensino fundamental na zona urbana – Cândido Lemes dos Santos, Rui Barbosa e Professor Moacir Franco de Carvalho. Na zona rural, onde as aulas começaram um pouco mais cedo - dia 12 deste mês -, funcionam a escola Ñandejara-Pólo e suas extensões (salas Loide Bonfim Andrade, Saverá e Bocajá) todas na Reserva Indígena Te´ýikue. Já o ensino infantil é composto por  cinco centros de educação – Dona China, Aristides Maciel da Silva, Júlio Ushigima e Armando Campos Belo, em Caarapó, e Rita Tereza de Araújo Silva, em Nova América, com extensão no distrito de Cristalina

 

O quadro de pessoal da rede municipal de ensino de Caarapó é composto por 108 funcionários administrativos escolares, 150 professores, 30 monitores, 13 motoristas e 14 no setor de administração da Secretaria de Educação e Esportes.

 

A frota do transporte escolar possui 15 veículos, dos quais 13 são de propriedade da prefeitura - dez ônibus e três kombis -, e outros dois são terceirizados, que deverão percorrer diariamente cerca de 1.900 quilômetros. Utilizam o transporte escolar aproximadamente 900 alunos da zona rural.

 

As aulas nas escolas municipais da zona urbana e rural funcionam nos períodos matutino e vespertino, no horário das 7 às 11h30 e das 12h30 às 17h, exceto a Escola Cândido Lemes dos Santos, que tem seu horário diferenciado por causa dos alunos da zona rural – das 7h40 às 12h30. Já nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmei’s), o horário é das 7 às 11 e das 13 às 17h.

 

Segundo o secretário de Educação e Esportes, professor Ismael Martins Guevara, a expectativa é das melhores para este ano. “Estamos trabalhando desde o dia 1º deste mês, com a promoção de cursos e palestras”, disse. Segundo ele, um assunto que merecerá estudo aprofundado é a implantação do ensino fundamental de 9 anos.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE