PUBLICIDADE
Caarapó

Ultrapassagem proibida pode ter causado a morte de três jovens

| MIDIAMAX


Gilvan Oliveira Rocha (25), Deisiane Silva do Carmo (22) e Jéssica Tainara Onório (19) morreram na manhã de hoje no acidente que ocorreu na BR 060, próximo à Paraíso da Águas. Eles morreram após o veículo Fiat Uno [ALJ-9718, de Chapadão do Sul] que eles estavam colidir com um caminhão boiadeiro.
 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal [PRF], a colisão foi frontal e com perda da direção do veículo e a informação é que um terceiro veículo, também um Fiat Uno, teria feito uma ultrapassagem proibida e causou o acidente que vitimou os jovens.
 

A PRF esteve no local da batida para orientar os motoristas, pois o trânsito no local ficou congestionado,. A previsão é que o tráfego seja normalizado até as 14h.
 

De acordo com informação da Polícia Militar de Paraíso das Águas, o veículo que supostamente teria feito a ultrapassagem proibida, foi abordado após os policiais saberem do acidente. Os policiais informaram que os ocupantes do Uno – quatro no total – disseram ter feito uma ultrapassagem perigosa, mas que não presenciaram o acidente. Eles estão no destacamento da PM de Paraíso das Águas à disposição da PRF para averiguação.
 

Os corpos dos jovens já estão na funerária de Camapuã e deverão ser removidos para o Instituto de Medicina e Odontologia e Medicina Legal (IMOL) em Campo Grande, onde serão submetidos ao exame necroscópico.
 

 

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE