PUBLICIDADE
Caarapó

Caarapoenses estão otimistas com a seleção brasileira

Em recente enquête realizada, 60% dos leitores disseram acreditar na conquista do titulo

| CAARAPONEWS


Por André Nezzi

Apesar da não convocação de jogadores como Ronaldinho Gaúcho, Adriano, Paulo Henrique “Ganso” e Neymar, que eram aclamados pela população brasileira, o torcedor caarapoense se mostra otimista com a participação da seleção na Copa do Mundo.
 

  Em recente enquête realizada em nosso portal, 60% dos leitores disseram acreditar na conquista do titulo por parte da seleção brasileira. Já 14% acreditam no titulo da Argentina e 9% na Espanha, sendo as três mais bem votadas.
    O programa Espaço Vip, apresentado pelo jornalista Dilermano Alves,ouviu a opinião dos torcedores nas ruas de Caarapó e o resultado não foi diferente, o otimismo prevalece ao pessimismo.
    O diretor do departamento de tributação da prefeitura,, Marcelo Nascimento, é um dos que não levam muita fé no time de Dunga. “De todas as copas que vi, essa é a seleção cujo eu tenho menos confiança. Faltam talentos individuais nessa seleção”, afirmou.
    Antônio Bezerra Cavalcante, servidor público, também não se mostra muito otimista, para ele faltou à convocação do atacante Adriano. “Faltou o Adriano para fortalecer o ataque, que hoje é muito fraco em minha opinião”.
    Já no time dos otimistas está o comerciante Renato Sérgio dos Santos. “Não é uma seleção que vai jogar aquele futebol vistoso, porém, é muito competitiva, de forte marcação, com uma defesa boa, um meio campo bom e um ataque razoável”, argumenta.
    O radialista Adair Terra, o “Terrinha”, é um dos mais confiantes. “Nossa seleção, os jogadores brasileiros em geral, são os melhores do mundo indiscutivelmente. E não adianta dar espetáculo, tem que vencer, pois, a seleção do Telê em 82 dava espetáculo, mas não venceu”.
    O gerente do posto Nova Esperança, João da Silva Ramos, foi o mais patriota entre os entrevistados. “Sou brasileiro e acredito na seleção e no nosso país. É uma das poucas alegrias que nosso povo tem, com a conquista conseguimos esquecer a desordem e desigualdade que acontece no Brasil”, finalizou. O Brasil estreia na Copa do Mundo nesta terça-feira (15), às 14h30, contra a Coréia do Norte.

Assista ao vídeo com a opinião dos entrevistados. (Colaborou Dilermano Alves)        

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE