PUBLICIDADE
Caarapó

Caarapó realiza trinca de basquetebol

O evento foi realizado na Praça Central e contou com a participação de aproximadamente 12 equipes.

| ASSESSORIA


O Departamento de Esportes e Lazer da prefeitura de Caarapó, em parceria com a Central Única das Favelas de Mato Grosso do Sul (CUFA- MS), realizou no último dia 13 uma trinca de basquetebol. O evento foi realizado na Praça Mário Martines Ribeiro e contou com a participação de aproximadamente 12 equipes.
 

Segundo o chefe do Departamento de Esportes e Lazer, Paulo Roberto de Souza, a competição foi realizada em três categorias: infantil masculino, infantil feminino e categoria principal adulta.
  Após a realização dos jogos, as equipes vencedoras foram: na categoria infantil masculino, o trio “Dragão Azul”, composto por Alex, Claudio e Natan. Na categoria infantil feminino, o trio Bárbara, Laís e Gabriela. Já na categoria principal masculino adulto, o 1° colocado foi o trio formado por Egon, Teco e André.
  A prefeitura de Caarapó premiou com troféu a equipe principal, enquanto que as demais receberam medalhas.
  Segundo informações do site CUFA, a Central Única das Favelas (CUFA) é uma organização sólida, reconhecida nacionalmente pelas esferas políticas, sociais, esportivas e culturais. Foi criada a partir da união entre jovens de várias favelas do Rio de Janeiro, principalmente negros, que buscavam espaços para expressarem suas atitudes, questionamentos ou simplesmente sua vontade de viver.
  A organização tem o rapper MV Bill como um de seus fundadores, que já recebeu diversos prêmios devido à sua ativa participação no movimento Hip Hop. Em 2004, a UNESCO o premiou como uma das dez pessoas mais militantes no mundo na última década. Além dele, a CUFA conta com Nega Gizza, uma forte referência feminina no mundo do Rap, conhecida e respeitada por seu empenho e dedicação às causas sociais.
  Nega Gizza é também diretora do HUTÚZ, o maior festival de Rap da América Latina, que é produzido pela CUFA.
  De acordo com o site Cufams, a Central Única das Favelas de Mato Grosso do Sul (CUFA-MS) vem atuando no Estado há cerca de três anos, sendo que a primeira base foi montada na cidade de Dourados em junho de 2007 e em novembro de 2008, em Campo Grande. Nesse período, a CUFA já desenvolveu diversas ações no sentido de ampliar o debate com jovens, crianças e adultos de áreas periféricas da cidade, contextualizando várias problemáticas que os atingem diretamente, como a questão da violência, tráfico de drogas e armas, gravidez na adolescência, consumo de drogas (lícitas e ilícitas), como, também, sobre a questão do primeiro emprego, capacitando jovens em áreas como comunicação, áudio-visual, teoria musical, dança e demais atividades que fortaleçam a auto-estima e gerem novas perspectivas de vida para essas pessoas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE