PUBLICIDADE
Política

Deputado Rinaldo homenageia pastores evangélicos

| ASSESSORIA


O deputado estadualProfessor Rinaldo (PSDB) homenageou na noite do último dia 14 aproximadamente 400 pastores de diversas igrejas evangélicas. O evento foi realizado no auditório do Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.
 

  Segundo informações da assessoria do deputado, em um ato público de fé cristã, os pastores e pastoras evangélicos receberam os títulos de honra ao mérito das mãos do líder da bancada do PSDB, deputado Professor Rinaldo. A solenidade é em comemoração ao Dia do Pastor Evangélico, Lei Estadual 3.409/2007, de autoria de Rinaldo, comemorado em Mato Grosso do Sul no segundo domingo do mês de junho.
  Desde a sanção da lei em 2007, e já na sua terceira edição, o Deputado Professor Rinaldo já homenageou mais de dois mil pastores em 52 municípios.
  A solenidade teve apresentação da Orquestra Nova Aliança, da Assembléia de Deus e dos cantores Aguinaldo Borges e Débora Campos. Louvores, hinos e melodias sacras abrilhantaram o evento.
  O Governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, participou da entrega de homenagens e da mesa diretora. Segundo o governador acreditar em um Ser superior é importante, porque sem fé as pessoas se tornam automáticas. André lembrou que Rinaldo sempre pautou seu mandato na espiritualidade, como cristão e em defesa da família e da sociedade. “No seu projeto de lei, ao instituir, o dia do pastor, iniciou de mandato com garra ao lado dos seus irmãos. Não há homem que sem a espiritualidade consiga vencer as dificuldades, e a você Rinaldo, com fé vence as dificuldades de todos os dias”, declarou Puccinelli.
  O Prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, disse que também que estava honrado em participar da solenidade: “Aprendi a admirar as qualidades, e reconhecer que a cidade e a sociedade necessitam do trabalho de cada pastor. Nós como seres humanos não temos capacidade sem Deus, creio e temo a Deus”, ressaltou Nelsinho.
  Também na mesa diretora, o Deputado Federal Moka, Moka disse que percebia nos rostos dos pastores o orgulho de cada um dos evangélicos: “Rinaldo, com essa lei, mostra o valor do trabalho de cada pastor, e homem de Deus, que tem a sua congregação como opção de vida”, afirmou Moka.
  Rinaldo lembrou que a terceira edição do Dia do Pastor é fruto de um trabalho de anos de mandato, que começou na câmara de vereadores e hoje na assembléia legislativa. “Durante meu mandato, apresentei mais de 40 projetos de lei, todos importantes, mas eu como cristão, sei que as lideranças eclesiásticas desenvolvem um trabalho de extrema importância, portanto considero essa lei, uma das mais importantes de toda a minha luta parlamentar”, declarou Rinaldo.
  O parlamentar disse que estatísticas do IBGE revelam que a população evangélica cresce 5% ao ano, e só em Campo Grande, os evangélicos somam 39% da população. O parlamentar ressaltou que cada pastor homenageado tem ajudado ao poder publico, na medida em que tira o povo da rua, crianças de pedir esmola no sinal, que ficam livres da drogas, alcoolismo, e com esse trabalho têm feito a diferença na sociedade. “E hoje estamos diante de homens e mulheres que abriram mão da sua vida pessoal, trabalho, família, por amor de vidas, para cuidar de pessoas, dos problemas que a nossa sociedade enfrenta, e digo que não há dinheiro que pague o trabalho desses pastores, que fazem da obra de Deus, a sua própria vida”, ressalvou Rinaldo.
  O deputado encerrou seu discurso, convocando a todos para o dia 19 de junho, para participar da marcha contra a liberação da Maconha. “Espero todos na Fernando Correa da Costa, no dia 19, às 15 horas, para juntos erguemos as nossas bandeiras de luta contra as drogas, pedofilia, abuso sexual, violência, toda a sociedade deve estar engajada nesse trabalho.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE