PUBLICIDADE
Geral

Filha de Maradona teme duelo com Brasil na final da Copa

| TERRA


Dalma Maradona parecia uma torcedora a mais do lado de fora do Estádio Soccer City no domingo. Mas com o sobrenome que tem, certamente não era. A filha de Diego Armando Maradona, maior jogador argentino da história e atual técnico da seleção do país, circulava momentos antes do jogo do Brasil, o maior rival de seu pai, sem ser incomodada.
 

Ao ser abordada pela reportagem do Terra a menos de uma hora da partida contra a Costa do Marfim, a explicação: "Estou trabalhando para uma televisão argentina. Faço reportagens apenas fora do futebol. Não vou nem entrar no estádio", afirmou uma sorridente Dalma.
 

Perguntada sobre o desempenho da Seleção de Dunga no início do Mundial, a argentina pensou um pouco antes de responder, e abusou do bom humor: "Lamentavelmente, vocês (brasileiros) estão jogando muito bem. Nem precisam de sorte para avançar de fase", comentou.
 

A filha mais velha de Maradona se mostrou temerosa no caso de uma final entre Brasil e Argentina na África do Sul. Se terminarem em primeiro de seus grupos, o duelo acontece apenas na decisão. "Não sei não, seria difícil. Estamos jogando bem, o grupo é bom, mas o Brasil também está muito bem".
 

Dalma tem encontrado quase que diariamente Diego Maradona na concentração argentina. Além de visitar o pai, ela costuma frequentar o local ao lado da irmã Gianina, que é casada com o atacante Sergio Agüero, que disputa a Copa sob comando de Maradona na seleção argentina.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE