PUBLICIDADE
Caarapó

Brasil pode ter desfalques no jogo de hoje contra o Chile

| TERRA


Quando entrar em campo nesta segunda-feira às 15h30 de Brasília, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira vai defender um tabu do técnico Dunga contra o Chile no Estádio Ellis Park, em Johannesburgo.


O treinador tem 100% de aproveitamento contra o rival sul-americano, que é o seu maior freguês. São cinco vitórias em cinco jogos, com 20 gols marcados e apenas três sofridos. A série invicta do Brasil contra o Chile tem mais três duelos antes de Dunga, totalizando sete triunfos e um empate.


Com Dunga no banco, a Seleção venceu as duas últimas partidas pelas Eliminatórias (3 a 0 em Santiago e 4 a 2 em Salvador), duas pela Copa América de 2007 (3 a 0 e 6 a 1), além de um amistoso pouco antes do torneio continental (4 a 0). Se vencer novamente na África do Sul, a Seleção encara Holanda ou Eslováquia nas quartas de final.


A expectativa é de jogo aberto entre brasileiros e chilenos. O time de Marcelo Bielsa, que atuou sempre com formação bastante ofensiva nos jogos da primeira fase do Mundial, promete manter o esquema diante da equipe número 1 do ranking da Fifa.
 

O técnico ainda não sabe se poderá contar com Felipe Melo. O volante, que lesionou o tornozelo no empate contra Portugal, treinou ontem, e será reavaliado momentos antes da partida. Se não jogar, Josué deve ser o substituto, Elano também é dúvida para a partida de hoje.


Kaká e Robinho, que não atuaram em Durban na última sexta-feira, estão de volta ao time. O camisa 10 cumpriu suspensão automática pela expulsão diante da Costa do Marfim. Já o atacante, poupado após sentir um desconforto muscular, faz dupla de frente com Luís Fabiano.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE