PUBLICIDADE
Caarapó

Caarapó forma 1ª turma do Proerd 2010

Larsen disse ainda que no segundo semestre serão atendidas as demais escolas municipais

| ASSESSORIA


A prefeitura de Caarapó, através da Secretaria Municipal de Educação e Esportes, em parceria com a Polícia Militar, realizou nos últimos dias 29 e 30 as solenidades de formatura da 1ª turma do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência de 2010 (Proerd). Nesse primeiro semestre, 180 alunos receberam certificados de conclusão das aulas do programa.
 

  Prestigiaram a solenidade o secretário de Administração e Finanças, Valter de Oliveira, que no ato representou o prefeito Mateus Palma de Farias (PR), o comandante da Polícia Militar de Caarapó, tenente Marco Antônio Kobayashi, o vereador Odair José Bortoloti (PMN), que representou o presidente da Câmara, Manoel Batista de Souza (DEM), o secretário de Educação e Esportes, Apolinário Candado, o coordenador da Associação Beneficente Recuperando Vidas do Vício (Revivi), pastor Carnélio Martins Gonçalves, o presidente do Conselho Comunitário de Segurança, José Elnício Moreira de Souza, a supervisora de Gestão Escolar da Secretaria de Estado de Educação, Maria Ivoni Barros, o coordenador do Proerd, Alexandro Marco Maria, e outras autoridades.
    De acordo com a coordenadora de Programas e Projetos de Caarapó, Edna Sanada de Araújo, na sede do município a solenidade de formatura ocorreu no salão de eventos da Associação Comercial e Empresarial de Caarapó. Já na Reserva Indígena Te’ ýikue, o evento aconteceu na quadra de esportes daquela comunidade.
    Segundo o coordenador do Proerd, Airton Carlos Larsen, as aulas do programa foram distribuídas em 17 lições preventivas e foram ministradas pelo instrutor e policial Eliel Pio de Melo, que atendeu as escolas Cândido Lemes dos Santos, Ñandejara Pólo, Mbocajá, Lóide Bonfim, Saverá, além da Escola Estadual Frei João Damasceno, de Nova América, e Escola Estadual Padre José de Anchieta, de Cristalina. “O trabalho foi de fundamental importância, pois orientou os alunos a resistirem a pressões daqueles que querem influenciá-los a marginalidade”, falou.
    Larsen disse ainda que no segundo semestre serão atendidas as demais escolas municipais, estaduais e particular da sede do município, onde se pretende atender aproximadamente 280 alunos.
    O Proerd é um programa de prevenção ao uso indevido de drogas, ministrado exclusivamente por policiais militares que são rigorosamente selecionados e possuem curso de formação de instrutor e ministram aulas para crianças do 5° ano do ensino fundamental, de 9 a 12 anos de idade, visando ensiná-los a resistir ao aliciamento de usuários e traficantes. O programa tem como objetivo propiciar o envolvimento da escola, da família e da polícia na questão da iniciação ao uso indevido das drogas e da violência pelas crianças.
    O programa é realizado em Caarapó desde 1999 através da Secretaria de Educação e Esportes, em parceria com o 3° Batalhão de Polícia Militar de Dourados.    

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE