PUBLICIDADE

Série B define finalistas e equipes com vaga para o Estadual do ano que vem

A decisão da Série B acontece no fim de semana em jogo único. Por ter melhor campanha na competição, a Portuguesa é a mandante no confronto contra o Corumbaense

| DOURADOSNEWS


Foto: Danielle Mugarte/AA Portuguesa

A segunda vaga na final da Série B do Campeonato Sul-Mato-Grossense também saiu no drama das cobranças de pênaltis. Neste domingo (3), em Sidrolândia, pela rodada de volta da fase semifinal, o Náutico surpreendeu a Portuguesa e venceu por 1 a 0, devolvendo o resultado na partida de ida.

A disputa por lugar na final foi para os pênaltis e a Lusa garantiu a classificação com vitória por 6 a 5.

A decisão da Série B acontece no fim de semana em jogo único. Por ter melhor campanha na competição, a Portuguesa é a mandante no confronto contra o Corumbaense. A Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) divulga, nesta segunda-feira (4), o detalhamento desta partida.
Os finalistas garantiram também o acesso à Série A 2024. A terceira vaga, aberta com o pedido de afastamento da SER Chapadão, ficou com o Náutico que fez três pontos na semifinal, contra dois do EC Águia Negra, quarto colocado.

Gol

A partida no Estádio Sotero Zárate foi bastante prejudicada por causa da forte chuva que caiu na região de Sidrolândia na tarde deste domingo. Embaixo de muita água, o Náutico marcou o único gol do jogo aos sete minutos do segundo tempo. Na roubada de bola no meio, Mosquito abriu na direita para Théo que invadiu a área e bateu cruzado. Rodolfo defendeu parcialmente e Mosquito apareceu para pegar o rebote e abrir o placar.

Depois do gol, a Portuguesa tentou pressionar em busca do empate e não correr riscos nos pênaltis, mas o volume de água também aumentou e a arbitragem decidiu interromper o jogo. A parada demorou cerca de 25 minutos e, na volta, as chances criadas pela Lusa pararam na boa atuação do goleiro Arthur que foi decisivo para levar a vantagem do Náutico até o fim.

Nos pênaltis, a primeira série terminou igual em 4 a 4, com o Náutico perdendo a primeira cobrança e Firmino Coruja, na última cobrança da Lusa que poderia definir a classificação, parando no goleiro Arthur. Depois, mais dois gols da Portuguesa e um erro do Náutico que definiu o placar de 6 a 5.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE