PUBLICIDADE

Caminhoneiro é sequestrado e bandidos pedem 10 mil de resgate

O dono do caminhão informou aos policiais que o motorista trabalha há cerca de dois anos para ele, realizando fretes

| POR DAYENE PAZ/CAMPO GRANDE NEWS


Depac Centro, em Campo Grande, onde o caso foi registrado. (Foto: Alex Machado)

Motorista de caminhão foi sequestrado durante trabalho de frete, sendo mantido refém por criminosos, provavelmente em São Paulo, segundo o dono do veículo, que registrou boletim de ocorrência na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro de Campo Grande, na noite desta terça-feira (27). Os criminosos pedem R$ 10 mil para libertar a vítima.

O dono do caminhão informou aos policiais que o motorista trabalha há cerca de dois anos para ele, realizando fretes. Ele saiu de Mato Grosso do Sul e a última localização aponta para Guarulhos (SP). Por várias vezes o dono do veículo fez ligações, que caíram na caixa postal, e tentou contato pelo WhatsApp, mas as mensagens não são entregues.

Antes de perderem contato, o motorista passou o contato do suposto contratante do frete, chamado "Bruno", com quem iria buscar uma carga. O dono do veículo, então, entrou em contato pelo WhatsApp de Bruno, que respondeu. Bruno disse que estava com o motorista e o veículo, sendo que só iria libertá-los caso o dono fizesse transferência de R$ 10 mil.

O proprietário do caminhão disse que não tinha toda a quantia e transferiu R$ 1 mil, mas Bruno afirmou querer toda a quantia para libertar o motorista. Dessa forma, o dono do caminhão decidiu procurar a delegacia de polícia. Até o momento não há informações se o motorista foi solto. 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE