PUBLICIDADE

Empresários estão mais cautelosos, aponta pesquisa da CNC

A pesquisa traz pontos favoráveis, importantes para entender o dinamismo do segmento

| POR CNC


Foto: Divulgação

A confiança dos comerciantes campo-grandenses registrou queda em fevereiro, de acordo com o (ICEC) Índice de Confiança do Empresário do Comércio, divulgado pela CNC (Confederação Nacional do Comércio). Está em 108,5, enquanto que – em janeiro – era 111. Esse índice vai na contramão dos indicadores nacionais, que apontaram um crescimento de 2,4% no mesmo período.

Em Campo Grande, para 28,7% dos entrevistados, as condições atuais da economia “pioraram um pouco”, apesar de que 38,8% afirmaram que as condições atuais da empresa “melhoraram um pouco”.

A economista do Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio MS (IPF-MS), Regiane Dedé de Oliveira, explica que a redução do índice se dá por causa da retração pós-festas e despesas típicas do mês de janeiro, considerando também que o empresário sul-mato-grossense esteve mais cauteloso desde o segundo semestre de 2023.

A pesquisa traz pontos favoráveis, importantes para entender o dinamismo do segmento.  “Esse índice mostra as tendências do que vêm pela frente e, nesse quesito, as expectativas do empresário são boas tanto para a economia, quanto para o comércio e para a empresa”, conta a economista. “Em todos eles, mais de 50% dos entrevistados afirmam que vai melhorar. Empresário otimista representa uma economia também positiva”.

Confira a pesquisa na íntegra: icec_2_2024


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE