PUBLICIDADE

Casal é preso por desacato, desobediência e resistência em Caarapó

| CAARAPó NEWS


Foto: Divulgação

A Polícia Militar de Caarapó prendeu por volta das 10h40 deste domingo (12), um casal acusado de dano, desacato, desobediência e resistência. O caso aconteceu na Rua Projetada IV, no bairro Santo Antônio.

Conforme o boletim de ocorrência da 2ª Companhia Independente da PM de Caarapó, a guarnição realizava policiamento ostensivo/preventivo no referido bairro, quando visualizou um homem de 41 anos acocado e escorado no muro de uma residência de esquina, e este ao notar a aproximação demostrou inquietação e abaixou a cabeça como se quisesse esconder a face.

Diante a situação suspeita, a equipe policial procedeu a abordagem, mas nada de irregular fora encontrado, porém, o abordado continuou nervoso (olhando a todo momento para os lados, agitado).

Em ato contínuo saiu uma mulher da casa da esquina se dizendo ser esposa do homem e passou a questionar o trabalho da equipe PM dizendo (vocês não tem o que fazer, vão prender vagabundo seus inúteis), foi quando nesse momento o abordado saiu em direção a casa rapidamente e adentrou. Sendo que a esposa ficou para o lado de fora segurando o portão, obstruindo a passagem dos policiais para o homem empreender fuga.

Diante o exposto, a equipe da PM solicitou apoio junto a CIPM, para enviar uma policial feminina.

Em seguida a mulher que tem 34 anos foi retirada do portão e realizada a detenção do homem.

Não satisfeita com os questionamentos a mulher passou a desacatar os militares com os seguintes xingamentos (seus safados, inúteis, um monte de boca de fumo e vocês não prendem, vagabundos).

Diante do fato foi dado voz de prisão pelo cometimento do crime de desacato e desobediência por ajudar o marido na tentativa de fuga.

Posteriormente a PM constatou que o homem era monitorado por tornozeleira eletrônica, porém havia rompido o equipamento para se livrar do regime imposto pela justiça.

Após checagem não fora constatado mandado de prisão ou evasão no sistema. Em seguida a mulher informou que a tornozeleira estava dentro de uma mala de viagem, onde ela pegou e entregou para equipe.

Os militares constataram que a tornozeleira estava danificada. O casal foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil para as providencias cabíveis.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE