PUBLICIDADE

Sábado, 8 de junho, é o Dia D de vacinação contra paralisia infantil em Caarapó

| ASSESSORIA/DILERMANO ALVES


A vacinação é destinada a crianças de zero a menores de 5 anos de idade. Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde de Caarapó realiza no próximo sábado (8) o denominado “Dia D” de vacinação contra paralisia infantil no município. A mobilização – que tem caráter nacional – será realizada entre 13h e 17h em todas as unidades de saúde da sede do município e distritos de Cristalina e Nova América, para um público-alvo de zero a menores de cinco anos de idade.

O Departamento Municipal de Vigilância Epidemiológica e Imunização, responsável pela campanha, pontua que o Dia D é complementar às ações de vacinação contra a poliomielite (paralisia infantil), que já ocorre no município desde maio e vai prosseguir até 14 de junho e visa imunizar as crianças de zero a menores de cinco anos (4 anos 11 meses e 29 dias).

“E importante que os pais levem os seus filhos à unidade de saúde mais próxima da sua casa para garantir a dose da vacina, prevenindo contra os males da paralisia infantil”, alerta o chefe do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Imunização da Secretaria de Saúde de Caarapó, Francisco Júnior de Oliveira Santos.

Conforme o Ministério da Saúde, a campanha deste ano é muito importante para o enfrentamento à poliomielite, pois o país está em fase de transição para substituir as duas doses da vacina oral poliomielite (VOP) para apenas um reforço com a vacina inativada poliomielite (VIP). Ou seja, o esquema vacinal e a dose de reforço serão feitos exclusivamente com a VIP, a partir do segundo semestre de 2024. Todos os estados e municípios receberão as normas e diretrizes dessa alteração. 

O Brasil não registra casos de poliomielite desde 1989 e, cinco anos depois, em 1994, recebeu a certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem. No entanto, no ano passado, o país foi classificado como de alto risco para a reintrodução do poliovírus pela Comissão Regional para a Certificação da Erradicação da Poliomielite na Região das Américas (RCC). 

A vacinação contra a poliomielite é essencial para proteger crianças e erradicar completamente a doença. A poliomielite é uma doença altamente infecciosa causada por um vírus que ataca o sistema nervoso e pode levar à paralisia permanente. Antes da introdução da vacina nos anos 50, a poliomielite era uma das doenças mais temidas, acometendo principalmente crianças com menos de cinco anos.

A vacina contra a poliomielite salvou milhões de vidas em todo o mundo. No Brasil, as campanhas de vacinação levaram à quase erradicação da doença. No entanto, é importante que as taxas de cobertura vacinal se mantenham altas em todo o território nacional, principalmente em áreas mais remotas, para que o país continue livre do vírus.

Isso porque enquanto a doença existir em qualquer parte do mundo, o Brasil permanece em risco de sua reintrodução. Manter as crianças protegidas por meio da vacinação é essencial para garantir que novas gerações possam crescer livres do medo da poliomielite.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE