PUBLICIDADE
Caarapó

Caarapó compra caminhão compactador de lixo

O Departamento de Serviços Urbanos da Secretaria Municipal de Obras de Caarapó começa a usar a partir de hoje um caminhão compactador de lixo recentemente comprado pela prefeitura.

| ASSESSORIA


 

O Departamento de Serviços Urbanos da Secretaria Municipal de Obras de Caarapó começa a usar a partir de hoje um caminhão compactador de lixo recentemente comprado pela prefeitura. Trata-se de um veículo Volkswagen, zero km, equipado com coletor e compactador de lixo, com capacidade para 15 m³.

“O caminhão será de grande utilidade para melhorar o recolhimento de lixo na sede do Município, que já possui outros dois caminhões para coleta domiciliar, comercial e industrial”, disse o secretário de Obras, Roberto Maitan.

De acordo com o chefe do Departamento de Meio Ambiente, Ireu Natal Barros, a cidade de Caarapó produz diariamente 14,1 toneladas de lixo. “O destino é a usina de processamento, sendo que, desse total, 78% é aproveitado para compostagem, que se transforma em adubo orgânico, ou comercialização, como latas, vidro e papelão. O restante – 22% - vai para o aterro sanitário”, informou Barros. Ele acrescentou que a meta é reduzir para menos de 20% o lixo destinado ao aterro sanitário.

A partir do mês de junho, a prefeitura de Caarapó passa a recolher também o lixo da Reserva Indígena Te’ýikue. “Está sendo elaborado termo de parceria entre o Município e a Fundação Nacional de Saúde para que a prefeitura possa assumir a coleta na aldeia indígena”, informou Barros.

Maitan e Barros alertaram para a necessidade de se acondicionar o lixo em sacos e deixá-los em local apropriado defronte aos domicílios, não só para facilitar a coleta, mas também como medida de preservação do meio ambiente. “Colocando o lixo em sacos e em lixeiras, evita-se a ação de animais, como cachorros, que costumam espalhar o lixo pelas ruas”, alertou o secretário de Obras.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE