PUBLICIDADE
Caarapó

Vereador pede abertura em canteiro central da 163

O vereador Mário Valério (PR) enviou expediente ao coordenador do Dnit Marcelo Miranda, solicitando ao mesmo a revisão do projeto da construção do canteiro central implantado na Br 163, perímetro urbano do distrito de Nova América.

| ASSESSORIA


 

O vereador de Caarapó Mário Valério (PR) enviou expediente ao coordenador do Dnit Marcelo Miranda, solicitando ao mesmo a revisão do projeto da construção do canteiro central implantado na Br 163, perímetro urbano do distrito de Nova América.

No projeto original os retornos foram feitos nas duas extremidades do canteiro, fato que tem prejudicado em muito o trafego no local, tendo em vista que a estrada que corta a Br no sentido Nova América a Cristalina está situada bem no meio deste canteiro, obrigando desta forma os condutores a fazerem os referidos contornos distantes e, em horário de pico, causando até mesmo congestionamento no local, “até porque para uma carreta fazer estes contornos tem que atravessar totalmente a pista de rolamento, pois o desenho destes contornos não permitem este tipo de veículos a execução desta manobra, por isto estamos solicitando ao Dnit a abertura central deste trecho, como uma medida que solucionará os transtornos existentes”, diz o vereador.

Outro fator também importante diz respeito ao comercio local que indiretamente foi atingido pela implantação deste canteiro central, “E estes comerciantes vêem até nos em busca de uma solução, pois estão se sentindo prejudicados”.

Outra solicitação também importante do vereador diz respeito a iluminação e sinalização deste canteiro central, “Hoje, no período noturno é simplesmente impossível enxergar a sinalização, fato que já provocou acidentes que, só não foram mais graves por conta da própria sorte dos condutores, ou seja, tem de se tomar uma medida urgente para melhorar a sinalização e principalmente a implantação da iluminação deste canteiro central que corta o setor urbano do distrito de Nova América”, termina o vereador.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE