PUBLICIDADE
Caarapó

Polícia Civil prende agressores de funcionário de usina

A Polícia Civil de Caarapó prendeu na tarde de segunda-feira (26), dois, dos quatro acusados de espancarem severamente, um funcionário da Usina Agrenco.

| CAARAPONEWS


 

A Polícia Civil de Caarapó prendeu na tarde de ontem, segunda-feira (26), dois, dos quatro acusados de espancarem severamente, na madrugada da última quinta-feira (22), o funcionário da Usina Agrenco, Adilso Alves da Silva (42).

Foram presos Ever Martines Lopes, de 18 anos, e o menor E.L.M, de 15 anos, ambos moradores na Vila Planalto em Caarapó. Eles disseram durante depoimento ao Delegado Joel José da Silva, que espancaram Adilso, para roubá-lo, quando o mesmo seguia caminhando pelas margens da BR-163, sentido cidade-usina. Os agressores confessaram ainda que, na ocasião, roubaram R$ 80 em espécie da vítima.

A Polícia Civil já descobriu o nome dos outros dois agressores, e pode prendê-los a qualquer momento.

A vítima, segue internado em estado grave na cidade de Campo Grande. Os golpes foram tão violentos que a arcada dentária dele quebrou e ele teve o lábio inferior praticamente arrancado. Silva levou chutes e pauladas e após a agressão se arrastou até o ponto de ônibus onde populares o avistaram e acionaram a ambulância.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE