PUBLICIDADE
Caarapó

Granizo que caiu há 46 dias ainda não derreteu em Caarapó

Os moradores de Caarapó estão surpresos com um fenômeno registrado há quase dois meses. O gelo de uma chuva de granizo não derrete.

| CAARAPONEWS


 

Os moradores da cidade de Caarapó estão surpresos com um fenômeno registrado há quase dois meses. O gelo de uma chuva de granizo não derrete.

A chuva ocorreu há 46 dias e provocou perdas no canavial e na plantação de milho. Segundo os moradores, o temporal foi rápido.

Geralmente, quando cai granizo, em 30 minutos as pedras de gelo derretem. Em Caarapó, não foi o que aconteceu. Em algumas fazendas, quase dois meses depois do temporal ainda é possível encontrar muito gelo. Para o gelo durar tanto tempo seria preciso uma temperatura muito baixa. Porém, nas últimas semanas os termômetros registraram temperaturas de até 30 graus durante o dia.

Segundo os pesquisadores da Embrapa, a terra misturada às palhas do milho e da cana formou um isolamento térmico natural. O pesquisador Cláudio Lazarotto, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), diz que não há registros de situações como esta no estado. Para ele, o gelo ainda deve continuar por pelo menos mais duas semanas. "A terra e a palha de cana criaram um ambiente isolado termicamente, onde não há troca de calor entre os ambientes externo e interno."

Agora, o gelo virou atração. As fazendas, onde estão as pedras viraram escolas ao ar livre e atraem alunos de várias regiões da cidade.

(Com informações do portal G1)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE