PUBLICIDADE
Caarapó

Sacomam pede revisão em alíquotas do ICMS

O Vereador Sérgio Sacomam (PP) encaminhou expediente ao Presidente da Assembléia Legislativa do Estado do MS, solicitando a interseção junto ao Governo do Estado com intuito da redução das alíquotas do ICMS.

| ASSESSORIA


 

O Vereador de Caarapó Sérgio Sacomam (PP) encaminhou expediente ao Presidente da Assembléia Legislativa do Estado do MS, o Deputado Jerson Domingos, estendendo-se aos demais Deputados, solicitando a interseção junto ao Governo do Estado com intuito da redução das alíquotas do ICMS.

Segundo o vereador, “estamos solicitando ao Nobre Deputado que, juntamente com os demais pares intercedam junto ao Governo do Estado no sentido de revisão da alíquota de ICMS que, sem sombra de dúvidas vem fazendo o empresariado Sul Mato-grossense passar por inúmeras dificuldades, principalmente as pequenas e médias empresas”.Hoje, continua ele “Mato Grosso do Sul está se tornando praticamente inviável qualquer tipo de comércio justamente pela planilha de impostos cobrados pelo Governo Estadual e vindo desta forma acarretar em diversas dificuldades aos empresários locais, e nosso pedido, assim como todo seguimento comercial, é que seja elaborada uma revisão geral nestas pastas referentes a impostos, tornando nosso estado de forma igualitária para com os demais, onde estes valores são menores e possibilitando assim condições melhores de se continuar trabalhando com um pouco mais de margem que sem dúvida nenhuma serviria de incentivo e consequentemente maiores investimentos”.

Serginho ressalta ainda que com tal atitude sem sombra de dúvidas o próprio estado aumentaria consideravelmente sua arrecadação tendo em vista que com menores impostos “geraria um efeito cascata com maior consumo, maior giro de mercadoria e óbvio, culminando com o aumento de receita”.

Portanto, segue o vereador, “entendendo ser de uma importância ímpar a mudança no valor destas alíquotas é que estamos solicitando especial atenção ao nosso pedido, aguardando que medidas sejam tomadas com o intuito de resolver de vez este impasse”.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE