PUBLICIDADE
Caarapó

Cobrinha quer implantação de Projeto Liberdade sobre Rodas

O Vereador José Carlos Fagundes (PTB), encaminhou expediente, solicitando a possibilidade de implantar o Projeto Liberdade sobre Rodas (confecção de cadeiras de rodas com bicicletas) efetuadas pelos presos da Cadeia Pública de Caarapó.

| ASSESSORIA


 

O Vereador caarapoense José Carlos Fagundes (PTB), o popular Cobrinha, encaminhou expediente ao Diretor Presidente da Agencia Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (AGEPEN) Luiz Carlos Telles Junior, solicitando ao mesmo, em parceria com o Poder Judiciário e a Prefeitura Municipal de Caarapó, a possibilidade de implantar o Projeto Liberdade sobre Rodas (confecção de cadeiras de rodas com bicicletas) efetuadas pelos presos da Cadeia Pública de Caarapó.

Segundo o vereador, “sabemos do sucesso desse projeto no Município de Três Lagoas, e em Caarapó no presídio local seria de grande importância que se fosse implantado o referido projeto, que além da confecção de cadeiras de rodas, serviria também para a ressocialização dos encarcerados e a diminuição de sua pena, que contara nos dias de trabalho”.

Ressalta ainda o vereador que os resultados desta parceria, ou seja, as cadeiras fabricadas pelos detentos seriam destinadas para as entidades como a Apae, Asilo, Hospital, Pam e os Psfs tanto da cidade como também dos distritos de Cristalina e Nova América, além de atender a secretária de ação social no trabalho disponível aos necessitados.

“Na cadeia local existe grande número de bicicletas abandonadas, e que serviria para atender o projeto, além do que estaríamos com isto ocupando o tempo ocioso destes detentos que, enfim estariam tendo uma atividade e ao mesmo tempo uma redução respectiva ao tempo trabalhado em sua pena”.

José Carlos espera agora por uma resposta positiva da Agepen para que se possa dar prosseguimento a esta idéia “que sem dúvida nenhuma seria de suma importância principalmente para a volta do convívio em sociedade daqueles que já estão pagando pelos seus atos”, finaliza o vereador.

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE