PUBLICIDADE
Geral

Vencido plantio, cerca de mil índios são dispensados das usi

Aproximadamente mil índios estão sendo dispensados das usinas da região da Grande Dourados em função do encerramento da época de plantio da cana-de-açúcar que normalmente vai de janeiro a final de maio.

| DOURADOSINFORMA


 

Aproximadamente mil índios estão sendo dispensados das usinas da região da Grande Dourados em função do encerramento da época de plantio da cana-de-açúcar que normalmente vai de janeiro a final de maio. Essa mão de obra só será recontratada em setembro, segundo o empresário Celso Dal Lago, proprietário da Usina Dourados, na região do distrito de Itahum, no Município de Dourados.

Ele explicou que essa dispensa está prevista no contrato de trabalho e que elas não estão ocorrendo de forma aleatória. Algumas usinas que já encerraram o plantio, como a Vista Alegre, de Maracaju, por exemplo, já dispensou os trabalhadores rurais, sendo a maioria mão de obra indígena.

Duas usinas de Rio Brilhante contratam índios para o plantio; duas de Maracaju também o fazem; outras 2 de Dourados igualmente aproveitam essa mão de obra e uma de Caarapó.Em setembro a recontratação é feita para novo plantio até o final de novembro.Há certa preocupação com o aumento da violência nas aldeias em função dessa situação sazonal.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE