PUBLICIDADE
Caarapó

Promotorias de Justiça inauguram novo edifício-sede em Cpó

Na tarde de sexta-feira (26), foi inaugurado ao lado do Fórum de Caarapó o novo edifício-sede das Promotorias de Justiça do Ministério Público Estadual.

| CAARAPONEWS


 

Por Silmara Diniz 

Na tarde de ontem, sexta-feira (26), foi inaugurado ao lado do Fórum de Caarapó o novo edifício-sede das Promotorias de Justiça do Ministério Público Estadual. A construção, de 397 metros quadrados está edificada em um terreno de 800 metros quadrados doado pelo Estado de Mato Grosso do Sul e tem capacidade de abrigar três promotorias, além de conter sala de reunião e salas para psicólogo e assistente social.

A solenidade de abertura contou com a presença de autoridades da justiça sul-mato-grossense, como a ex-procuradora-geral de justiça, Irma Vieira de Santana e o atual procurador-geral, Miguel Vieira da Silva e também dos promotores Cláudio Rogério Ferreira e Fabrícia Barbosa Lima, os juízes Waldir Peixoto Barbosa e Fernando Chemin Cury, advogados, funcionários do fórum e da Promotoria de Justiça de Caarapó e o prefeito Mateus Palma de Farias.

A promotora Fabrícia Barbosa Lima, em seu pronunciamento, afirmou que “é um dia especial, estou certa de que a obra hoje inaugurada é um divisor de águas (...)”, definindo a importância da divisão dos diversos segmentos da justiça para a realização do trabalho. Fabrícia relembrou que a comarca local já chegou a ter sete mil processos.

O promotor de patrimônio Cláudio Rogério Ferreira se emocionou em seu discurso, agradecendo aos colegas de profissão e à sua família, pela compreensão. Segundo ele, o papel que o Ministério Público exerce é o de auxiliar frente aos problemas sociais. “O Ministério Público vem tentando mudar o quadro de mazelas sociais conhecidas no Brasil e no mundo. (...) Estaremos em prol da defesa da sociedade. Precisamos agir, concretizar nossas intenções”, disse.

O juiz Waldir Peixoto Barbosa, representando o Poder Judiciário, falou sobre a conquista de um novo espaço de trabalho para as promotorias, da dificuldade de trabalhar e atender com qualidade em um pequeno espaço. O juiz Fernando Chemin Cury parabenizou o Ministério Público Estadual em nome da Associação de Magistrados do Estado de Mato Grosso do Sul (AMAMSUL).

O último a se pronunciar foi o procurador-geral do Estado, Miguel Vieira da Silva, que pediu para que as pessoas testemunhem, não tenham medo de denunciar e não queiram levar vantagem sem que os outros vejam. “Não se atenham à beleza desta obra, ela é para melhor atender”.

Antes do descerramento das faixas, o pastor da Igreja Batista para as Nações, Alberto Ribeiro, e o padre Teodoro Benites abençoaram o local, e ao encerramento, os presentes foram convidados a conhecerem as dependências do novo prédio.

(Clique na imagem e veja mais fotos)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE