PUBLICIDADE
Caarapó

Emagrecer no verão é batata - Por Paula Luisa

Confira o artigo sobre como emagrecer de forma saúdavel no verão, escrito pela farmacêutica Paula Luisa.

| CAARAPONEWS


 

O verão se aproxima e com ele começam as queixas e preocupações com a forma física. O teste do biquíni, a exibição de um corpo curvilíneo e a barriguinha sarada torna-se motivo de obsessão para muitas pessoas. E é nesse momento, quando a ditadura da beleza começa a falar mais alto, que as pessoas procuram qualquer solução para perder peso, inclusive a adoção de dietas radicais e consumo indiscriminado de medicamentos.

A obesidade já é epidemia em todo o mundo, atingindo um número de pessoas semelhantes a população da China. E, ao contrario de épocas passadas, em que a gordura era vista como um símbolo de sucesso e saúde, hoje seus males são bem conhecidos. Muitas pessoas poderiam evitar problemas cardiovasculares, de hipertensão, síndrome metabólica, acidentes vasculares cerebrais, diabetes, osteoartrite, apnéia do sono, cânceres e até distúrbios psicológicos, se simplesmente diminuíssem alguns kilinhos na balança.

Assim, seja em busca de saúde ou beleza, milhões de pessoas em todo o mundo vêm recorrendo a medicamentos que auxiliem na redução de peso. Os constantes avanços na medicina nas últimas décadas têm permitido oferecer, a essa população, substâncias cada vez mais eficientes, mas ainda há alguma dificuldade para se superar eventuais efeitos colaterais imediatos ou resultantes de tratamentos a longo prazo.

Nesse sentido, quem precisa de auxilio para emagrecer acaba de ganhar um importante aliado. Recém chegado ao mercado brasileiro, o Slendesta®, um extrato natural de batata que estimula a saciedade que pode ser administrado por via oral.

Enquanto a maioria faz com que as pessoas se sintam estufadas ao comerem ou promovem alguma sensação de desconforto, o Slendesta® interage de forma natural com o organismo, inibindo temporariamente as enzimas digestivas que retardam a liberação do hormônio da saciedade. O aumento da concentração desse hormônio possibilita o envio de sinais para o cérebro, do tipo: “Eu estou satisfeito. Pare de comer”. Dessa forma, as pessoas ingerem uma quantidade menor de comida e conseguem controlar as “beliscadas” entre as refeições. 

É importante lembrar que o ingrediente não interage com o sistema nervoso central. Apenas estimula a produção do hormônio da saciedade (CCK) pelas células do intestino e, com isso, influencia uma mais rápida viagem da CCK para o cérebro, "desligando" o interruptor da fome. 

Vale lembrar que o Slendesta® não se trata de uma formula mágica. Mas, a evidência clínica na literatura comprova que, uma vez aumentando a sensação de saciedade, as pessoas possuem menos chances de caírem em tentação de comer desesperadamente.

Se você ficou interessado nesse produto, procure seu médico, pois ele é o profissional indicado para receitar esse medicamento.

*Paula Luisa Cusinato Leitão, farmacêutica responsável pela Farmácia Popular de Manipulação. Av. Marcelino Pires, 1650 Centro, fone: 3423-8383/8585

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE