PUBLICIDADE
Caarapó

Prefeitura de Caarapó presta atendimento a pequenos produtor

Secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR), está concluindo o plantio da safra de verão para os pequenos produtores do município.

| ASSESSORIA


 

A Prefeitura de Caarapó, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural (CMDR), está concluindo o plantio da safra de verão para os pequenos produtores do município. Até aqui, aproximadamente 400 hectares já foram plantados, beneficiando 35 produtores. O principal produto plantado nesta safra é a soja e os serviços vão desde o preparo do solo até o plantio.

Para atender os pequenos produtores, a prefeitura conta com uma patrulha agrícola composta por três tratores traçados, plantadeira-adubadeira para grãos, pulverizador de dois mil litros, grades, esparramador de calcário e terraceador. A patrulha é administrada em parceria com o CMDR, que determina as normas de utilização e valor cobrado pelo uso de cada implemento.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Roberto Sanches Nakayama, no último mês de setembro foram distribuídas 600 toneladas de calcário para os agricultores familiares, fruto de convênio entre a prefeitura e o Ministério do Desenvolvimento Agrário, através do Programa Nacional de Desenvolvimento Territorial Sustentável (PRONAT), em que os produtores arcaram apenas com o custo do transporte do calcário, do depósito da prefeitura até suas propriedades.

Nakayama destaca ainda a importância deste convênio do calcário e do atendimento através da patrulha agrícola pública aos pequenos produtores que não possuem maquinário. “A calagem é o primeiro passo rumo ao aumento de produtividade e essas ações subsidiadas em conjunto diminuem os custos de produção e agregam valor na produção destes pequenos agricultores”, argumentou.

Para o Prefeito Municipal Mateus Palma de Farias (PR), esta parceria com o trabalhador rural é de muita importância. A tecnologia avança a cada dia e muitos dos pequenos produtores não têm condições de acompanhá-la. “Precisamos dar este suporte para que eles possam trabalhar com mais tranqüilidade. Com isso, evitamos o êxodo rural, gera-se renda para o município e uma melhor qualidade de vida para o pequeno produtor”, enfatizou.

Farias disse ainda que neste primeiro mandato todos os esforços foram feitos para melhorar o atendimento ao pequeno produtor. “Podemos dizer que o saldo foi positivo, conseguimos uma boa aliança com os nossos parlamentares e isso nos proporcionou a aquisição de vários equipamentos para a patrulha agrícola. Para o nosso segundo mandato, não vai ser diferente: já fomos a Brasília duas vezes após as eleições e importantes contatos foram mantidos no sentido de aprovação de recursos para o município”, explicou.

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE