PUBLICIDADE
Caarapó

Balneário Municipal carece de atenção e limpeza

Freqüentadores reclamam da sujeira e também do abandono que se encontra os quiosques recém inaugurados no Balneário Municipal de Caarapó.

| CAARAPONEWS


 

Por André Nezzi e Silmara Diniz 

O balneário municipal Ayrton Senna teve sua infra-estrutura modificada há cerca de um ano e hoje conta com estacionamento, lanchonete e quiosques com água encanada, churrasqueira, mesa e bancos, para uso gratuito de quem freqüenta o local. Ao todo segundo dados da Prefeitura Municipal de Caarapó, foram investidos R$ 257 mil, sendo R$ 250 mil de emenda individual do senador Delcídio do Amaral (PT) junto ao Ministério do Turismo.

O balneário, normalmente chamado de represa, é um dos pontos turísticos da cidade principalmente na época do calor, quando recebe diversas pessoas de Caarapó e também da região, que vêm se banhar, pescar e andar de Jet-ski.

Porém o principal espaço turístico do município tem demonstrado sinais de descaso. Os quiosques recém inaugurados estão depredados, com bancos quebrados, pichações nas paredes e a sujeira constante. Segundo José Roberto Cardoso, 38, freqüentador do local, “as pessoas estão urinando nos quiosques devido à falta de banheiros próximo a eles, não tem lâmpadas, é impossível assar uma carne ou fazer uma refeição no local devido a sujeira e o mau cheiro.”, reclama.

Cardoso relata ainda que os únicos banheiros disponíveis na represa ficam na lanchonete e, segundo ele, não são suficientes para atender o número de pessoas que visitam o balneário nos finais de semanas, “acho um descaso investirem tanto dinheiro para reformar o balneário e depois simplesmente abandoná-lo”, afirmou Cardoso.

Para Márcio Oliveira (30), também freqüentador da represa, o município e as pessoas de maneira geral deveriam conscientizar os visitantes e também a população caarapoense a preservar o patrimônio público.

Procurado pela nossa reportagem, o responsável pelos cuidados e a manutenção do balneário municipal, senhor Reny Caiber (57), o “Polaco” como é conhecido, que também é proprietário de uma lanchonete no local, disse que houve melhoras significativas nos últimos 4 anos, mas que é impossível em dias de alto fluxo de visitantes, conseguir cuidar todos os quiosques e também da limpeza dos banheiros a todo momento.

Ainda segundo “Polaco”, já houve conversas com o prefeito Mateus Palma de Farias, para que possam ser colocados alguns guardas, para cuidarem do local.

Quanto à limpeza do balneário, “Polaco”, disse que ele mesmo faz diariamente e que o caminhão da prefeitura passa pelo menos duas vezes por semana para colaborar. “Já conseguimos mudar muitas coisas por aqui, as sextas-feiras é feito um puchero com show ao vivo, onde diversas famílias freqüentam, conseguimos diminuir o tráfico de drogas que rolava a solta aqui nos finais de semana e tenho certeza que conseguiremos em breve, evitar que esses vândalos depredem o que é nosso”, finalizou. (Clique na imagem e veja mais fotos)


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE