PUBLICIDADE
Caarapó

Imprudência ainda é a maior causa dos acidentes

Para PRF (Polícia Rodoviária Federal) imprudência ainda é a maior causa dos acidentes na BR-163 entre Caarapó e Dourados.

| CAARAPONEWS


 

Por André Nezzi

Marcas na pista comprovam o acidente na Rodovia BR-163 entre Caarapó e Dourados, que ocorreu próximo ao acampamento dos sem-terra.

A ocorrência envolveu dois carros. Uma pessoa morreu e duas ficaram feridas. Ainda na BR-163 no mesmo trecho, na última semana, uma colisão entre um caminhão furgão e uma carreta deixaram duas pessoas feridas.

O resultado de tantos acidentes nos últimos dois meses é assustador: dois mortos e 14 feridos. No caso do trecho entre Caarapó-Dourados onde 7 acidentes foram registrado nas últimas duas semanas, o traçado é cheio de curvas e falta acostamento. Além disso, motoristas têm reclamado da pista após uma recente obra de recapeamento na malha asfáltica, pois teria deixado o asfalto escorregadio. “Em dias de chuva o trecho entre Caarapó e Dourados está muito perigoso, a pista fica igual um “quiabo”, lisa. Isso vem provocando diversos acidentes”, diz o viajante Reginaldo Ferraz Lima, que constantemente passa pelo local.

Para o Policial Rodoviário Federal, Alaércio Dias Barbosa, 42 anos, que trabalha há mais de 14 anos, entre Dourados e Caarapó, a conduta dos motoristas também influência nos acidentes. “Cerca de 80% dos acidentes são provocados por motoristas que não respeitam os limites de velocidade e fazem ultrapassagens em locais proibidos”, disse.

Ainda segundo Alaércio, “a segurança do trânsito não é feita apenas por parte dos órgãos ou das instituições públicas, mas também pelo próprio usuário. Todo motorista deve ter extrema atenção para transitar por estas estradas, pois elas são perigosas”, afirma o policial rodoviário.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE