PUBLICIDADE
Caarapó

Caarapó antecipa folha e 13°

A prefeitura de Caarapó depositou hoje, sexta-feira (28), os 60% dos salários dos servidores municipais referentes ao mês de novembro - 40% foram pagos antecipadamente no fim da primeira quinzena.

| ASSESSORIA


 

A prefeitura de Caarapó depositou na última sexta-feira os 60% dos salários dos servidores municipais referentes ao mês de novembro – 40% foram pagos antecipadamente no fim da primeira quinzena. Junto com a folha, foi antecipada a segunda parcela do décimo terceiro salário (a primeira parcela foi liberada em junho).

De acordo com o setor de Finanças da prefeitura, foram injetados R$ 747 mil na economia local: R$ 343 mil do 13° e R$ 404 mil da folha. “Também vamos antecipar a folha de dezembro, que será quitada entes do Natal”, informou o secretário da Administração e Finanças, Carlos Martins. Os valores referentes a um terço das férias dos servidores também serão pagos juntamente com a folha de dezembro.

Martins disse também que as contas com os fornecedores estão em dia e isso se deve à “austeridade e planejamento” que têm pautado as ações da administração do prefeito Mateus Palma de Farias (PR). “Promovemos um rigoroso controle de gastos ao longo do mandato, o que possibilitou que chegássemos ao fim do primeiro governo do prefeito Mateus de forma tranqüila em relação às finanças municipais”, observou o secretário. Farias foi reeleito para o segundo mandato com 77,12% dos votos do eleitorado de Caarapó.

Meio expediente

Desde o último dia 17, a prefeitura de Caarapó está trabalhando sob o regime de meio expediente. O horário de funcionamento das repartições municipais é das 7h ao meio-dia, ao passo que o atendimento ao público se dá no período das 8h às 11h. Esse horário vai até 31 de dezembro.

Segundo o secretário de Administração e Finanças, Carlos Martins, a medida é necessária “para dar cumprimento às determinações e prazos da Lei de Responsabilidade Fiscal”. “Precisamos desacelerar as atividades da máquina da administração, tendo em vista que os trâmites burocráticos de transição para a nova gestão permanecem, apesar de termos um prefeito reeleito”, observou o secretário.

 


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE