PUBLICIDADE
Caarapó

Vereadores querem ajuste de 5% nos salários dos servidores

Vereadores de Caarapó querem aumento de 5% para os servidores públicos municipais, o executivo propõe 3%.

| ASSESSORIA CâMARA MUNICIPAL


  Os vereadores da Câmara Municipal de Caarapó receberam na última quarta feira (28), o prefeito municipal Mateus Palma de Farias e o secretário de administração Carlos Martins, onde a pauta discutida foi o aumento de salários do servidor municipal e mudanças de nível de alguns setores do atual quadro de funcionários.

 A principio, o executivo municipal propõe um aumento de 3% (três) nos respectivos salários, o qual em sua justificativa cita a Lei de Responsabilidade Fiscal que o impede de proceder de outra maneira, visto que o percentual destinado a pagamentos de funcionários não pode ultrapassar a casa dos 60% (sessenta) sobre a arrecadação do município.

 Por sua vez, os vereadores foram contrários a esta proposta e, por unanimidade defendem uma porcentagem maior, sendo no mínimo de 5% (cinco) os valores a serem incorporados aos salários destes servidores, “é o percentual que defendemos por acharmos que a defasagem e as perdas no período são maiores até mesmos que os valores defendidos por esta casa, e mesmo entendendo o posicionamento do senhor prefeito, achamos possível chegarmos a um denominador comum”, ressalta o presidente Cido Santos.

 Em defesa dos servidores, os vereadores observaram que mesmo com o aumento real de 5% (cinco), ainda assim não será reposta as percas do período, mas ao menos chegará próximo do ideal.

 Outro assunto que foi também muito debatido, diz respeito à revisão dos níveis de cargos e salários, principalmente dos motoristas, pedreiros e braçais, que no entender dos vereadores as classificações do quadro atual, está em muito defasado, tendo estes servidores a necessidade de uma mudança de nível, objetivando uma melhora em seus salários.

 Como resultado deste encontro, ficou o prefeito e seu secretário a estudar as proposta dos vereadores para que, num próximo encontro já terem defenido este impasse e conseqüentemente um denominador que venha agradar a todos.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE