PUBLICIDADE
Caarapó

Cigcoe e DOF reforçam segurança em Dourados e Ponta Porã

| DOURADOSINFORMA


 

Depois de discutir com o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Francisco Brasil Jacini, a onda de crimes que vem ocorrendo na região de fronteira, o chefe do Estado Maior da Polícia Militar, comandante geral em exercício, coronel Carlos Alberto David dos Santos, seguiu viagem na manhã de hoje (15) para Dourados e Ponta Porã, onde vai supervisionar pessoalmente o planejamento das operações que serão realizadas pela PM nos dois municípios, entrando em execução já a partir do próximo final de semana.

Serão utilizados todos os recursos disponíveis na PM, com ações ostensivas nos dois municípios, inclusive com o reforço do Serviço de Inteligência que já se encontram nos locais. As ações serão realizadas nos pontos de maior incidência criminal.

Quatro equipes da Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais (Cigcoe) de Campo Grande irão reforçar o policiamento em Dourados e Ponta Porã, contando ainda com o apoio do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) que farão operações juntamente com a PM dentro do perímetro urbano, bem como na região de fronteira em Ponta Porã. A tropa da Cigcoe usará cães farejadores de drogas e armamentos de grosso calibre, como fuzil AR15.

Também em Campo Grande a PM iniciará neste final de semana um projeto piloto em regiões que apresentam elevados índices de criminalidade, fazendo ocupação dos locais com a utilização do efetivo do 1º, 9º e 10º Batalhão, e ainda, da Companhia Independente de Polícia de Trânsito (Ciptran), que além das averiguações rotineiras, buscará dar ênfase aos condutores de motocicletas, fazendo barreiras em diferentes pontos da Capital.

Serão também realizadas ações de Polícia Comunitária de prevenção e repressão em locais já levantados pelo Serviço de Inteligência, onde há suspeita de comércio de drogas e de armas ilegais.

O comando da PM informa que as ações em Dourados e Ponta Porã continuarão sem previsão de término, tendo como principal objetivo devolver a tranquilidade ao povo desses municípios. Essas operações serão levadas a outras regiões do Estado que estão sendo estudas pelo Estado Maior da Instituição e pelo Comando de Policiamento do Interior.

Todas as ações que serão desenvolvidas buscam a redução de oportunidades para ação do infrator e o conseqüente aumento do risco para o mesmo, tendo em vista a presença da Polícia Militar nas ruas.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE