PUBLICIDADE
Geral

Juiz manda Lanzarini dar posse a diretores eleitos

| MIDIAMAX


 

A eleição direta para diretores das cinco escolas municipais de Amambaí gerou briga na Justiça. Nesta sexta-feira, o juiz da Vara Cívil, Cesar de Souza Lima, dterminou que a Prefeitura de Amambaí oficialize e garanta a posse das diretoras eleitas em 2008, que não puderam assumir os postos por conta de um decreto do novo prefeito, Dirceu Lanzarini (PR).

Foram quatro candidatos, sendo três concorrentes à reeleição.

Segundo o advogado das professoras que acionaram a Justiça, Odil Buques, em 2005 o ex-prefeito Sérgio Barbosa (PMDB) decidiu que as cinco escolas municipais seriam administradas por professores eleitos pela comunidade escolar, assim como ocorre na rede estadual. Foi criada uma lei municipal.

Em 2008, ocorreu nova eleição e dos quatro candidatos, três ex-diretores foram reeleitos: Zanete Borges, Richard Alexandre Goradine e Vera Lorensette. Mas, o novo prefeito, Dirceu Lanzari ao tomar posse decidiu por meio de decreto anular a eleição. A secretaria municipal de Educação, Eliane Pereira Artma foi eleita diretora, mas hoje ocupa o posto mais alto da educação na cidade.

“Os diretores entraram com mandado de segurança com pedido de liminar e o juiz concedeu e agora estamos aguardando o prefeito ser notificado para que isso seja cumprido o mais rápido possível”, finaliza o advogado.


PUBLICIDADE
PUBLICIDADE